Bases para nossa Reforma Íntima

15 05 2007

A maior dificuldade para se fazer a tão falada Reforma Íntima é justamente saber o que devemos nos reformar – o que está de errado em nós? A partir daí então, devemos passar para outra grande dificuldade que é praticar a Reforma em nossa personalidade, em nosso modo de agir e até mesmo no pensar.

Porém essa semana em uma vídeo-palestra de Raul Teixeira pela Federação Espírita do Paraná consegui um roteiro para nossa reforma íntima:

1) Falar sempre de forma INATACÁVEL;

2) Não tomar nada como pessoal;

3) Não fazer suposições ;

4) Fazer o melhor que pudermos com o máximo de nós.

Parece simples, mas não é:

Quantas vezes não comentamos sobre alguém, atacando aquela pessoa com suas más características, más tendências ou condutas; quantas vezes não agredimos diretamente o próximo, geralmente um familiar ou companheiro?

Quantas vezes recebemos críticas que poderiam ser usadas para o nosso melhoramento e levamos para o lado pessoal ficando ainda magoado com aquela pessoa.

Quantas vezes criamos suposições a respeito das pessoas e quando verificamos é algo totalmente diferente.

Quantas vezes deixamos a preguiça adiar projetos, ou entramos em atividades sem a dedicação merecida resultando fracassos profissionais e pessoais!

Independente de crença somos convidados para nossa evolução diariamente em nossas relações na família e no trabalho. Exerçamos nossas vivências diárias para benefício próprio, não atacando ninguém de forma verbal, não tomando nada como pessoal, sem fazer suposições, fazendo sempre o melhor que pudermos sem ultrapassar nossos limites.

“Ante as dificuldades do cotidiano, exerçamos a paciência, não apenas em auxílio aos outros, mas igualmente a favor de nós mesmos.” (Emmanuel. Livro Encontro Marcado.)

LINKS:

http://www.raulteixeira.com/

http://www.feparana.com.br/

Apontamentos:

  • Reforma Íntima – Ato de busca da elevação moral do indivíduo promovido pelo próprio ser.
  • Orgulho – Defeito muito grave de difícil auto-detecção. Geralmente ocorre quando somos intolerantes e não aceitamos nenhuma crítica ou quando revidamos uma agressão para não ouvir comentário do tipo “o que os outros irão pensar se eu não revidar”, por exemplo.
  • Egoísmo – O Maior dos defeitos. Deriva-se dele a maioria dos outros defeitos da humanidade. Dificulta muito a nossa posição mental de estarmos “no lugar do próximo” para diante de nossas ações verificar se agimos corretamente, dentre outras.
  • Religiões – A maior virtude de uma Religião seria promover o melhoramento individual de cada seguidor, fazendo cada um levantar a sua espada contra seus próprios defeitos.

Reforma íntima

R iqueza de atitudes boas
E studo sobre si e o próprio caráter
F erramentas de luz e amor em cada gesto
O ração e vigilância constantes
R esistência ás tentações
M entalização do belo e do que é bom e positivo
A mor a si mesmo

I ntimidade em resguardo das sombras
N ecessária compreensão do que significa o próximo
T rabalho de renovação de valores
I nteriorização do bem em substituição ao mal
M ovimento seguro na direção da luz
A mor, agora, ao próximo

Ademário da Silva


 

Adicionando:

 

VINTE EXERCÍCIOS

Executar alegremente as próprias obrigações.

Silenciar diante da ofensa.

Esquecer o favor prestado.

Exonerar os amigos de qualquer gentileza para conosco.

Emudecer a nossa agressividade.

Não condenar as opiniões que divergem da nossa

Abolir qualquer pergunta maliciosa ou desnecessária.

Repetir informações e ensinamentos sem qualquer azedume.

Treinar a paciência constante.

Ouvir fraternalmente as mágoas dos companheiros sem biografar nossas dores.

Buscar sem afetação o meio de ser mais útil.

Desculpar sem desculpar-se.

Não dizer mal de ninguém.

Buscar a melhor parte das pessoas que nos comungam a experiência.

Alegrar-se com a alegria dos outros.

Não aborrecer quem trabalha.

Ajudar espontaneamente.

Respeitar o serviço alheio.

Reduzir os problemas particulares.

Servir de boa mente quando a enfermidade nos fira.

O aprendiz da experiência terrena que quiser e puder aplicar-se, pelo menos, a alguns dos vinte exercícios aqui propostos, certamente receberá do Divino Mestre, em plena escola da vida, as mais distintas notas no curso da Caridade.

pelo Espírito Scheilla – Do livro: Ideal Espírita, Médium: Francisco Cândido Xavier – Espíritos Diversos.


About these ads

Ações

Information

48 responses

2 09 2007
Maria das Graças Souza Garcia

Estou estudando a Doutrina Espírita Kardecista há 3 anos. Freqüento a Casa Espírita Adolfo Bezerra de Menezes – Bagé/RS, pertenço ao grupo de estudo Joana de Angellis. Agradeço a Deus por mais esta oportunidade de obter subsídios através deste site, no qual obtive bastante ajuda para reflexão da reforma íntima, essencial para nossa trajetória evolutiva. Obrigada. Maria das Graças

2 09 2007
Maria das Graças Souza Garcia

Achei muito importante as informações com relação a Reforma Íntima para q possamos sempre estar em vigia com nós mesmos. Orai e Vigiai. Obrigada. Maria das Graças Souza Garcia

4 09 2007
Claudinho

Que bom que muitos se beneficiam com esse roteiro de Raul Teixeira. Coloquei de forma mais simples possível para garantir sua eficiência, pois no campo da reforma intima devemos ter muita prática com o exercício do auto-conhecimento, com analise de criticas que recebemos (dai a importância de nossos “inimigos”) e principalmente trabalho na correção de condutas próprias.
Por isso foi bem lembrado por Maria das Graças a importância da vigilância.

Sucesso a todos !

13 06 2008
Um ano do Blog Joana d´Arc « Joana d´Arc

[...] Bases para nossa Reforma Íntima [...]

13 06 2008
Fernando Lourenço

A Reforma Íntima é uma necessidade que deve sedr sentida em algum momento na vida. Quando estudamos a espiritualidade, ou quando passamos por dificuldades ou quando uma súbita insatisfação com a mesquinhez humana toma o coração, na minha opinião é o momento então de se procurar uma reforma. Contudo, não é fácil: a vontade em potência para mudança interior não basta!!!! Vencer as tendências menos edificantes é árdua e na minha opinião começa talvez na observação dos pensamentos e consequentes atitudes… Incomoda-me ter que admitir que há certas mazelas são dificeis de serem deixadas, parecem mais fortes que eu… Por outro lado, a participação em grupos onde todos estão procurando a reforma íntima contribui bastante para o dia a dia… Nossos olhos com a vida passam a ter uma nova dimensão… O que deixa-nos mais confiantes… Porém, mesmo assim os tropeços acontecem e isso gera infelicidade porque estamos tentando mudar, mudar… Quando mudarei? Sei que leva tempo, mas parece que seja urgente esta mudança, a necessidade de transformar a sensualidade, o egoísmo, o orgulho, a mente borbulhante em algo edificante… Por onde começar?

fernando

27 04 2012
Abilio James Esteves Figueredo

Amei demais esses ensinamentos sobre ref. ínt.. Que Deus abençõe a todos, encar. e desenc. responsáveis por esses ensinamentos. De todo meu coração e alma, que Deus os abençõem abundantemente. Para honra e glória do Senhor nosso Deus. Que assim seja, meu Jesus.

13 06 2008
Claudinho

Fernando

A vida é uma grande reforma íntima. Desde o nascimento, os pais nos ajudam com ela. Educam-nos, colocando limites, punindo, orientando para um caminho melhor. Com o crescimento e maioridade, devemos continuar o trabalho que nossos pais começaram.

É difícil porque as más tendências que nos restam geralmente são características profundas, se confundindo com nossa própria personalidade. Até mesmo para detectá-las existe dificuldade. Por isso a vigilância é tão importante, principalmente ao falar e agir com o próximo.

Um ótimo meio de descobrir nossas más tendências é numa relação de namoro ou mesmo casamento. Cada um começa a descobrir os defeitos do próximo… e geralmente esses defeitos, com o tempo, acabam até por criar mágoas e decepções destruindo com muitas relações.

Assim, o grande segredo de uma relação é o exercício de não se deixar magoar pelos defeitos do próximo, conversando e contribuindo para o seu melhoramento juntamente com a pratica do perdão. (no roteiro acima o item 3 – Não fazer suposições!)

Assim nesse dia dos namorados, em vez de somente dar presentes, deveríamos estar conversando francamente com nossa(o) parceira(o) para descobrir quais são nossas más tendências e começar já com esforços para melhora-los. Note que o defeito de um parceiro exercita também a capacidade de perdão e paciência do outro. Os dois estão crescendo com tudo isso…

Verifica-se também, que a atividade construtiva é de grande ajuda – já nos recomendava os Espíritos Superiores: Silêncio Oração Serviço (S.O.S.)! Esse pode ser o ponto de partida imediato !

Portanto, o roteiro acima é apenas um ponta pé inicial de forma genérico para nossa reforma íntima. Muitas vezes, necessitamos de mais de uma vida para correção de um defeito nosso, muitas vezes necessitamos sofrer para nos motivarmos de tal forma a superá-los, muitas vezes necessitamos de inimigos ou brigas familiares para descobri-los, contudo, na sua maioria, só depende de nós, superar nosso orgulho e egoísmo para nos identificarmos melhor, trabalhar com vocação, ocupar nosso tempo com atividades elevadas, perdoar os defeitos do próximo para perdoarmos a nós mesmos e assim de erro em erro tentar crescer um pouquinho…

“A dificuldade é nosso degrau de ascensão !” Dr. Bezerra de Menezes.

2 12 2011
Camila Lima de Amorim

PERFEITO!

ESTAVA PRECISANDO REALMENTE DESSAS PALAVRAS!

ESTOU CASADA HÁ 4 MESES, E CONFESSO QUE EU MUDEI E O MEU COMPANHEIRO AINDA MAIS… ACABAMOS POR BRIGAR E NOS OFENDER, ME AFASTEI DO CENTRO…

MAS ENCONTREI O QUE BUSCAVA!
UM GRANDE BEIJO!

18 06 2008
Renato Bove

Muito obrigado por tudo .. adorei … todos que aqui passarem fiquem em paz

3 07 2008
Karen Rosenthal

Oi, gostei muito dessas dicas sobre reforma íntima, sou espírita umbandista e estamos estudando muito sobre esse tema. Estou tentando começar a fazer a minha mas os vícios do dia-a-dia me interropem o caminhar. Gostaria que vc pudesse me enviar mais sobre o assunto. Desde já agradeço.

9 07 2008
Claudinho

Karen, acredito que a reforma íntima é o principal ponto do Espiritismo e da mensagem de Jesus – Tanto que veio em carne e osso para nos ensinar o amor e o perdão.

Quanto ao material, não tem muito o que pesquisar sobre o assunto, pois a teoria é simples – detectar nossos defeitos e corrigi-los. Contudo a prática que se torna o grande obstáculo devido a estarmos acostumados a agir de determinada forma, sendo quase que automática as nossas ações. É um exercício grande a nossa própria correção. Mas posso te garantir que já esta tendo muito sucesso na sua reforma intima, pois o mais difícil já está fazendo, que é admitir o erro. Na verdade o erro é essencial para o sucesso. Não existe sucesso sem erro. Força na vigilância, coloque-se sempre no lugar do próximo em suas ações do dia-a-dia, medite nas reações de suas ações antes de fazê-las, e focalize no trabalho do bem construtivo !

Ainda posso lhe dizer que minha melhor fonte teórica constitui “O Livro dos Espíritos” que nos dá grande dica sobre a reforma íntima na pergunta 913 quando nos informa que o EGOÍSMO é o maior dos defeitos, e dele derivam todos os outros. O capítulo 12 deve ser lido e estudado com muita atenção onde fala sobre a Perfeição Moral, os vícios e virtudes, as características do homem de bem e o conhecimento de si mesmo. É um capítulo excelente para o culto no lar. Mas esse já é outro assunto…

Portanto lembre-se sempre das palavras de Jesus:

CORAGEM, EU VENCI O MUNDO !

… e siga em frente sempre com otimismo e fé !

5 02 2009
ademario

Reforma íntima

R iqueza de atitudes boas
E studo sobre si e o próprio caráter
F erramentas de luz e amor em cada gesto
O ração e vivigilância constantes
R esistência ás tentações
M entalização do belo e do que é bom e positivo
A mor a si mesmo

I ntimidade em resguardo das sombras
N ecessária compreensão do que significa o próximo
T rabalho de renovação de valores
I nteriorização do bem em substitutição ao mal
M ovimento seguro na direção da luz
A mor, agora, ao próximo

Ademário da Silva http://www.ademario.wordpress.com

9 03 2009
Interferências Espirituais em nossas vidas « Joana d´Arc

[...] de isopor da Segunda GuerraAutorHomem Aranha no plano espiritual e download de jogoBases para nossa Reforma Íntima Livro em Estudo [...]

12 06 2009
14 10 2009
MEIRE MEL

REFORMA INTIMA ,CRIAR CONDIÇOES PARA SER UMA PESSOA MELHOR.
INICIAR A REFORMA ESTAR ABERTO A SER UM ETERNO APRENDIZ.
AUTO INICIAÇAO:COM O SEU PROPRIO
ESFORÇO COM OS RECURSOS QUE TIVER A MAO.PLANOS:ESTABELECER NA TEORIA,E COLOCAR EM PRATICA.
COMBATER:-VICIOS,MAUS COSTUMES,MAUS SENTIMENTOS,AS TENDENCIAS PARA O MAL,E DEFEITOS MORAIS.
INICIAR COM JESUS E;SEMPRE DISPONIVEL PROCURANDO SE CONHECER E AVALIANDO SENTIMENTOS.

19 10 2009
wc

preciso fazer a reforma intima como começar

23 10 2009
Claudinho

Com “Boa Vontade”:

O Sol é a força que nutre a vida na Terra.

A boa-vontade é a luz que alimenta a harmonia entre as criaturas.

Acendamo-la no coração para caminhar com segurança e valor.

No lar, é chama atraente e doce.

Em sociedade, é fonte de concórdia e alegria.

Onde falha o dinheiro e onde o poder humano é insignificante, realiza milagres.

Ao alcance de todos, não a desprezemos.

Em todos os lugares, há chagas que pedem bálsamo, complicações que rogam silêncio, desventuras que esperam socorro e obstáculos que imploram concurso amigo.

Muitos aguardam lances públicos de notabilidade e inteligência, no cultivo da caridade, acabando vencidos pelo tempo, entre a insatisfação e o desencanto.

Sejamos nós soldados diligentes no exército do bem, anônimos e humildes, atravessan- do os dias no culto fiel à fraternidade.

O ódio e a ignorância guerreiam com ímpeto, conquistando no mundo o salário da misé- ria e da morte.

O amor e o serviço lutam sem alarde, construindo o progresso e enaltecendo a vida.

Com a boa-vontade, aprendemos a encontrar o irmão que chora, o companheiro em dificuldade, o doente infeliz, a criança desamparada, o animal ferido, a árvore sem proteção e a terra seca, prestando-lhes cooperação desinteressada, e é por ela que podemos exercitar o dom de servir, através das pequeninas obrigações de cada dia, estendendo as mãos fraternas, silenciando a acusação descabida, sofreando a agressividade e calando a palavra imprudente.

Situemo-la no princípio de todas as nossas atividades, a fim de que as nossas iniciativas e anseios, conversações e entendimentos não se desviem da luz.

Lembremo-nos de que a paz e a boa-vontade devem brilhar em nossos triunfos maiores ou menores com o nosso Divino Mestre.

É por isso que o Evangelho no berço de Jesus começa com a exaltação inesquecível das milícias celestiais: — “Glória a Deus nas alturas, paz na Terra e boa-vontade para com os homens”.

“pelo Espírito Meimei, Do livro: Instruções Psicofônicas, Médium: Francisco Cândido Xavier – Espíritos Diversos”

18 01 2010
luciene

adoro os livros espiritas, e esse de reforma intima é tudo de bom

21 01 2010
Claudinho

O Espiritismo é a ciência que estuda o plano espiritual, e todos os fatos que se apresentam a ele. Para quem apenas tinha contato com a religião pelos estudos Bíblicos a Doutrina Espírita é uma verdadeira luz que Jesus nos envia, criando lógica em suas parábolas, explicando nossos sofrimentos, criando raciocínio em nossa pobre fé !
Quem não é ligado a religião e estuda de forma científica a Doutrina Espírita é uma fonte ilimitada de informações lógicas que ampliam as possibilidades do entendimento da ciência atual nos levando além de suas fronteiras materiais.
Infelizmente muitos não tem contato com os livros Espíritas por puro “preconceito” antes mesmo de saber o que se trata.
Aproveito assim Luciene seu testemunho de estudo para convidar a todos a leitura atenta da codificação espírita nos links ao lado (gratis) ou em uma boa livraria começando pelo “Livro dos Espíritos” de Allan Kardec.
Bons Estudos !

24 01 2011
Darlene Corsi

Sou a Darlene Corsi estudante da Doutrina Espírita, participo das atividades da Casa Espírita Socorro e Paz, e também da Casa Espírita Alam Kardec em Juina MT. Eu auxílio nas palestras e estava pesquisando o Tema Reforma Intima que será o assunto da próxima palestra. Fiquei grata por encontrar esse site, através da leitura dos textos e dos diálogos com os participante me esclareceu duvidas e me deu subsidio para a palestra. Obrigado!

24 01 2011
Claudinho

Sabe, não foi por acaso que colocou um comentário, estava pensando justamente na reforma íntima e assim aproveito para compartilhar esse pensamento sob outro aspecto.

O seguinte:

Referente a reforma íntima gostaria de acrescentar que o conhecimento espírita que a Doutrina Estrelar nos revela e nos faz refletir inclusive sobre nossos pensamentos, fonte de sintonia espiritual com nossos irmãos do plano invisível.

Podemos começar nossa reforma em nosso comportamento com as pessoas, em nossos relacionamentos interpessoais, também pela nossa alimentação, pela nossa forma física, pelas nossas escolhas de leituras e vídeos que assistimos, são todas importantes sim e não param por ai… Mas não vai adiantar, se lá dentro de sua mente estiver rasgando de ódio, aflição, angústia, ansiedade e medo nessas ações corretivas.

Portanto acredito que a base de tudo refere-se ao pensamento habitual que temos, pois cria vida própria com suas sintonias espirituais.

Onde estão os nossos pensamentos rotineiros agora – será onde o nosso espírito estará quando nosso corpo falecer…

Onde estão os nossos pensamentos repetitivos – é onde plasma nosso mundo espiritual construindo um caminho real para nossas vidas a cada dia…

Nossa mente é um universo produtor de pensamentos – pensamos coisas boas, ruins, produzimos emoções de todos os tipos milhões de vezes por dia.

E qual predomínio de pensamentos temos e que tipo de ações estamos produzindo durante o dia com eles – é um questionamento que devemos refletir a todo momento. Sabemos que toda ação produz reações…

_ Muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos…

Não é fácil vencer os pensamentos mais baixos, competitivos, gananciosos, egoísticos, invejosos, sensuais, mas com a vontade calcada na razão da fé raciocinada – a natureza Divina nos ilumina – seja cantando, orando, agindo na caridade ou refletindo nas reações futuras.

Na selva de pedra que vivemos somos mais vulneráveis a irritação, a excitação, ao nervosismo, ao cansaço… As plantas, a terra, as fontes e rios são muito benéficos para nosso bem estar espiritual e necessitamos contato com a natureza, mesmo numa praça pública para entrar em contato com as plantas e o ar puro… Aproveitando ainda para uma vez por dia parar diante das estrelas e diante do céu e orar pela Natureza e pelo planeta. Acredite – está ajudando muito o plano espiritual.

Criar bons hábitos com orações é o sustento de nossa reforma íntima, e o mundo precisa de cada uma delas nesse momento.

Assim, reforma íntima antes de tudo é aprender a fazer com que todos os nossos pensamentos tenham junto deles um adesivo de amor universal, seja para o próximo, para a natureza ou para nós mesmos.

Obrigado.

25 01 2011
Claudinho

LIMPEZA

Onde o bem se mostre por edificação do bem de todos, a limpeza comparece na base de todos os serviços.

A fim de que produza com segurança a gleba aguarda o concurso da enxada contra o crescimento da erva daninha.

O laboratório reclama instrumentos esterilizados para que o remédio alcance o fim a que se destina.

O lar espera faxina diária na preservação da saúde dos moradores.

O livro verdadeiramente nobre demanda rigorosa triagem para que se lhe evite, no texto, o prejuízo de termos chulos.

Nas providências mais simples da vida, surpreenderemos semelhante necessidade.

O alimento sadio requisita seleção de produtos.

Água para servir, requer filtragem.

Vias públicas solicitam esgoto.

Nas mesmas circunstâncias, diante das posições desagradáveis da alma, que, de fato, equivalem às perturbações e moléstias obscuras da mente, é necessário saibamos usar a lixívia da paciência, aclarando raciocínios e renovando emoções, definindo atitudes e policiando palavras, na certeza de que toda cura espiritual exige limpeza do pensamento.

Albino Teixeira
Médium: Francisco Cândido Xavier
Livro: “IDEAL ESPÍRITA” – Editora CEC

31 07 2011
Carlos Roberto

Se isto fosse possível e verdadeiro bastava somente ensinar nas escolas desde de cedo isto as crianças para mudar o mundo.

Eu não acredito em reforma íntima, que o homem sozinho, pelos seus próprios esforços, pode ficar livre do pecado, ele pode até conseguir com ajuda de outros libertar-se de algum vício, mas nunca ficar livre do pecado para justificar-se diante do Senhor. Eu lutei durante muito tempo tentando resistir ao mal que praticava e os vícios que tinha e sempre fui derrotado. Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa…..) Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. (Romanos 7.14)

Jesus mesmo diz: “venha do jeito que está e você será transformado, limpo dos seus pecados e será uma nova pessoa em Cristo Jesus”.

Quem convence o homem do pecado e do arrependimento, quem pode de fato transformar o homem é a ação do Espírito Santo de Deus.

O Espírito Santo opera o arrependimento, aplicando-o a obra de Cristo na vida do Homem, convencendo-o do pecado, da justiça e do juízo vindouro (Jô 16.8-9).

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (II Corintios 5.17)

31 07 2011
Claudinho

Boa noite Carlos, obrigado pela participação e oportunidade de reflexão. Bem vamos lá.

Em resumo sobre suas citações posso dizer o seguinte,

Gostaria de esclarecer que realmente o Homem nunca está sozinho. Com a busca pela reforma íntima estamos sendo ajudados pelo Espírito Santo para nossa melhora moral. Mas para sermos ajudados pelo Espírito Santo precisamos primeiro nos ajudar com a força de nossa vontade para o bem criando assim uma profunda sintonia com ele.

Outro ponto é que, embora ninguém possa voltar atrás para corrigir os pecados, qualquer um pode a partir de agora começar a fazer boas ações e construir um novo fim. Jesus quer que pratiquemos a reforma íntima hoje objetivando nossa melhora moral para praticarmos somente o bem. Isso que ele quer dizer. Saindo assim da prática do mal para a prática do bem incondicional estaremos um dia limpo. Um ato de amor cobre uma multidão de pecados.

A outra questão é que a educação é a base de tudo! E realmente se estivermos ensinando a todas as crianças os ensinamentos de Jesus onde devemos amar ao próximo com ao si mesmo e perdoando para ser perdoado – o que na verdade é a base inicial da reforma íntima – estaremos sim revolucionando em muito o planeta e contribuindo imensamente para que o jovem não pratique mal algum. Mas não para por ai, pois o Espiritismo veio também para explicar o que acontece conosco se não praticarmos o bem… Aí sim a revolução seria ainda maior se o conhecimento das revelações Espíritas fossem vivenciadas pelas crianças.

Porque na verdade o Espiritismo é o Consolador prometido por Jesus para revolucionar o mundo. O Espírito da Verdade que respondeu a Alan Kardec todas as suas questões no Livro dos Espíritos em 1856 – foi anunciado por Jesus há dois mil anos atrás…

“Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ensinar-vos-á toda a verdade, porque não falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e anunciar-vos-á as coisas que virão.” (João, 16,5)

Assim o Espiritismo é a terceira revelação que deveria mudar o mundo, para onde as crianças deveriam saber, além das parábolas de Jesus, mas a lógica de suas palavras descortinando todos os mistérios e rituais.

Sabendo que – pela lei física da ação e reação – estamos sujeitos a sentir na pele o que praticamos ao próximo em igual intensidade, e assim todos pensariam duas vezes antes de fazer o mal.

Sabendo que somos espíritos imortais e que todas as nossas dores atuais foram produzidas por nós mesmos em vidas anteriores certamente teríamos mais consolo com os tormentos e doenças imprevisíveis que surgem em nossa vida e em nossos familiares. E ainda teríamos muito mais amor ao Criador, pois tudo que sofremos não é culpa dele, apenas de nossos próprios atos.

Podemos saber ainda que embora ninguém possa voltar ao passado para corrigir seus pecados, qualquer um pode começar agora uma vida nova ao lado dos ensinamentos de Jesus e fazer um novo fim para si próprio.

Essa liberdade que temos de mudar nossa vida, nossas ações para o bem e ter um novo futuro – em convite eterno de Jesus – é facilitado pela prática da reforma íntima, que seria como um manual prático de se fazer o bem ao próximo e não errar mais. Esse é o objetivo.

Gostaria de esclarecer que o Espírito Santo sem a nossa vontade de mudar para o bem, sem nossas ações concretizadas no amor ao próximo, sem nossa busca pela tolerância ao irmão imperfeito ou diferente, sem o nosso hábito do perdão incondicional ao próximo – não irá mudar nosso fim infelizmente, pois não damos nem chance para ele nos ajudar.

Mas quem busca o Senhor o achará. O poder da oração e conversa franca com o Espírito Santo que nos protege e está a disposição de todos nós para nos auxiliar certamente nos tará auxílio na superação das tentações.

Outra coisa que percebo é que a palavra pecado torna-se sem definição, ou mesmo com uma amplitude desconhecida muitas vezes. Assim, afinal o que é pecado? Pecado é quando fazemos mal a alguém em qualquer sentido existente.

Assim ninguém sabe se estará livre de todos os pecados, pois certamente todos nós praticamos uma bagagem elevada de atos maus, “pecados”, em muitas vidas anteriores a essa.

Logo estamos expiando nesse exato momento através de todas as dificuldade e dores que passamos.

A reencarnação existe e podemos verificar isso ainda meditando quando éramos criança pelas nossas tendências boas e más, que são resultados de nossas vivências em vidas anteriores.

Revelações difíceis como essas só podem ser avaliadas, aprendidas ou mesmo rejeitadas com o estudo da obra da Doutrina Espírita.

Infelizmente o preconceito é muito grande e muitos não dispõem de tempo para uma leitura nessa obra proveniente do Espírito da Verdade, invisível, uma obra celeste anunciada por nosso Mestre Jesus justamente para evitar discussões e interpretações indevidas que ocorrem os dias de hoje no estudo da Bíblia.

O sentido figurado que ocorre a palavra pecado na Bíblica, por exemplo, está exatamente querendo dizer isso, que nascemos do pecado, pois temos pela natureza da evolução – práticas de atos maus contra nosso próximo em vidas anteriores.

Note que prefiro não usar de trechos bíblicos como resposta, o que facilmente poderia. Principalmente do velho testamento por usarem sentido figurado em sua maioria.

Prefiro com minhas próprias palavras tentar explicar a lógica divina baseada nas palavras da vida de Jesus registrado no Evangelho dos apóstolos de Jesus e pelas revelações da Doutrina Espírita

Interessante observar, como exemplo, que antigamente na época dos homens da caverna, muitas tribos viam o céu, as estrelas, a lua e sentia que havia um criador. Criavam então um Deus deles em forma de estátua ou objeto. Esse Deus era só deles, da tribo deles. As outras tribos não tinham Deus e estavam perdidas.

O Espiritismo veio justamente para nos dizer que o nosso Criador é único. Não é apenas o Deus de determinada religião. Não é o Deus de uma cidade. Nem o Deus do Brasil. Nem o Deus desse pequeno planeta. O Deus que acreditamos e acredito é o Deus de todo o universo – que é o mesmo logicamente de todas as religiões do universo. Viver na idade da pedra acreditando em um Deus tribal nos prejudica em muito no amor ao próximo. Afinal, somos todos irmãos, todos os seres do Universo.

Jesus certamente gostaria que todas as religiões promovessem nossa reforma íntima nos auxiliando a nossa busca pela moral e ética em nossas relações com todos os nossos irmãos.

Promover educação para com as crianças é dever de todos nós, exemplificar e praticar o bem é nossa missão, melhorar a nós mesmos é nossa chance de perdão.

Desculpe se compliquei um pouco com novas questões. Fique com Deus e esteja a vontade para novas questões caro irmão. Sucesso.

18 08 2013
Natalia

Claudinho você diz ” espirito santo ” mas já ouvi dentro de um centro espirita cardecista que não acreditam em Espirito Santo, você quis dizer um amor de Deus ou sobre os espiritos de luz ??! rs

24 08 2013
Claudio Castro.

Oi Natalia, realmente é engraçado…rs

Na realidade quando tenho que dialogar com alguém de outra religião, como foi o caso acima, preciso usar os termos que lhe são conhecidos, pois se usar apenas os termos da Doutrina Espírita não me faria entender ou aumentaria ainda mais o preconceito que já existe e é tão difícil de superar. Digo isso, pois já fui de outra religião e eu mesmo tinha preconceito contra o Espiritismo.

Traduzindo a palavra “Santo” para a Doutrina Espírita seria como “Perfeito”, “Puro”.
A palavra “espírito” seria a alma desprendida do corpo físico.

Sendo assim o termo “espírito santo” para o Espiritismo significa “espírito puro, perfeito”.

Também quando falamos “Ceu” para o Espiritismo é “Plano Espiritual”.

Quando falam “pecado” para o Espiritismo são “ações contra a natureza”, “ações erradas” que deverão ser resgatadas.

Dessa forma o Espiritismo esclarece os fatos e palavras de Jesus para que não se criem “mistérios da fé”, mas sim uma “fé raciocinada” nas leis divinas. Entendeu? Obrigado.

7 08 2011
clotilde mendes gabriel

fui trabalhadora da casa espirita amor e luz em extrema mg parei por 5 anos quando tive meus fihos parei ate mesmo de freguentar , mas so eu sei o quanto o afastamento me custou ha alguns dias venho pensando na reforma intima e voltei para casa esta semana e la encontrei um livro justo o que eu estava procurando reforma intima, pois minha vida estava parada o livro e de abel glaser pelo espirito cairbar schutel o titulo fundamentos da reforma intima

7 08 2011
Claudinho

Obrigado pela indicação, é uma obra excelente para adquirir. Que bom que tenha voltado para Casa Espírita – a evangelização infantil das Casas Espíritas são velas acesas semanalmente no caminho da vida de nossos filhos.

“Abel Glaser conheceu a doutrina Espírita em 1959, através do livro O Principiante Espírita, de Allan Kardec. Em seguida estudou todas as obras da Codificação Espírita, inclusive centenas de livros de autores encarnados, entre eles: Léon Denis e Cairbar Schutel e desencarnados dentre outros: André Luís, Emmanuel e Humberto de Campos, o que veio a enriquecer seus conhecimentos doutrinários.

Desde 1959 (ainda solteiro) instituiu a prática do Evangelho no Lar com sua mãe e irmãos menores e, no ano seguinte, passou a participar de reuniões no Centro Espírita “Maria Emília de Almeida”, localizado no bairro da Liberdade, em São Paulo. Em 1962 iniciou as atividades do “Grupo Irmã Scheilla”, hoje Centro Espírita “Irmã Scheilla”, e em 1963 foi um dos fundadores do Lar Escola “Cairbar Schutel” que tem por finalidade assistir meninas e meninos que não possuem lar. A Editora Alvorada Nova, inaugurada em outubro de 1996, departamento editorial do Lar Escola Cairbar Schutel, tem sua participação direta.”

Link para venda da obra pela internet:

http://www.bondfaro.com.br/preco–livros–fundamentos-da-reforma-intima-abel-glaser-cairbar-schutel-espirito-8573570458.html

Pelo índice verifica-se facilmente a profundidade e validade da Obra baseada na Doutrina Espírita:

Índice da Obra

Apresentação de Abel Glaser
Biografia de Caibar Schutel

Prefácio

Primeiras Considerações

I – Introdução

II – Sentimentos

III – Egoísmo

IV – Orgulho

V – Derivados do Egoísmo e do Orgulho

VI – Necessidade dá Reforma íntima

VII – Dificuldades na Prática da Reforma íntima

VIII – O Fator Obsessão no Contexto da Reforma Íntima

IX – Reforma íntima e Evolução do Espírito

X – Vantagens Imediatas decorrentes da Prática da Reforma Intima

XI – Desvantegens Evidentes para o Egoísta e Orgulhoso

XII – Solúveis Arestas nas Relações Humanas

XIII – Barreiras no aprimoramento das Relações Humanas

XIV – Teoria e Prática

XV – A Importância do Diálogo

XVI – Dois Pesos e Duas Medidas

XVII – As Prevenções

XVIII – Modelo Maior

Sofrimento

Felicidade

Fé e Resignação

Força de Vontade

Razão e Sentimento

Centro de Interesses

l Materialismo

I – Noções gerais

II – Escapes e Compensações

III – Ambição

IV – Herança

V – Religião e materialismo

VI – Criança e materialismo

VII – Sexo e materialismo

VIII – Outras formas de materialismo

Justiça Divina

Insinceridade na Fé

A Centelha Divina em cada um

Teoria e Programação

Plano Mínimo de Acertos

Programação Genérica e Programação Específica

Desvios de Conduta e Vícios

Sexualidade

Homossexualidade

Celibato

Masturbação

AIDS

Aborto

Responsabilidade

A Responsabilidade no Cotidiano Cristão

Preguiça

Disciplina da Saúde Física

Harmonia

Abertura de Coração

Pureza de Coração

Lei Mosaica

Pena de Morte

Caridade e Isolamento

A Educação da Criança e do Adolescente

Vaidade

Eutanásia e Suicídio

Finalizando para começar

28 01 2012
sergio henrique

E tão difícil seguir esses passos, mesmo sabendo que é deles que precisamos pista evoluir espiritualmente, eu tenho passado por provas constantes dentro de casa, pois minha mãe esta com uma enfermidade mental chamada esquizofrenia catatonica entãoé desavença todo dia, então eu venho treinado a paciência todo dia , e tenho que cuidar da casa e da minha irmã de 10 anos, só o Divino Mestre para me dar sabedoria e força nesse momento.

2 02 2012
Claudinho

Jesus, o maior de todos desse planeta, morreu sofrendo muito na cruz sem precisar. Que possamos sempre nos inspirar em nosso Mestre e seguir carregando nossos problemas, dores e sofrimentos – que certamente merecemos – para vencer o mundo.
Afinal ¨Tudo passa.¨
Deus te ilumine hoje e sempre.

1 02 2012
ELENA ROGÉRIO

Tenho um amigo em particular, que me é muito especial. Através de sua dedicação ao aprendizado, em determinada instituição, tomei conhecimento do tema “Reforma íntima”. Hoje, após pesquisa via internet, cheguei por acaso neste blog e tudo que li, registrei e a partir daqui, terei como exercício diário. O abandono á este aprendizado, anteriormente, me fez refém de um vazio inaceitável. O retorno a prática de estudo, pesquisa e leitura será exercitado diariamente em busca de recuperar o tempo perdido em futilidades desnecessárias. Objetivando preparar o caminho da continuidade da existência, após a vida terrena.

4 09 2012
patricia

Como as atualizações deste blog me fazem falta…

4 09 2012
Claudinho

Obrigado pelo incentivo Patrícia! Estou com 53 artigos abertos como rascunhos ainda para serem complementados e revisados. Mas como estou num período de transição profissional o tempo ficou curto. Estou me organizando para em breve voltar a publicar no mínimo dois artigos por mês.
Agora um empurrãozinho é sempre bom, obrigado mais uma vez! Sucesso !

3 07 2013
A verdadeira e difícil missão | Joana d´Arc

[…] Como EX-Católico achei muito interessante o texto abaixo do André Luiz (aquele espírito do Nosso Lar) onde resume o objetivo do Espiritismo. O texto toca justamente na ferida – a reforma íntima. […]

18 08 2013
Gilberto F. Oliveira.

“FICO MUITO FELIZ QUE EXISTAM BLOGS COMO ESTE , QUE ORIENTA E ENCAMINHAM OS ESPÍRITOS ENCARNADOS OU NÃO, AO CAMINHO DA EVOLUÇÃO…PARABÊNS AO CRIADOR DESTE BLOG..” SÓ FALTOU FALAR SOBRE “DEPRESSÃO” QUAL O MOTIVO? E COMO CURAR NO ESPIRÍTISMO ? DE ONDE VEM ?

24 08 2013
Claudio Castro.

A depressão realmente é um tema altamente importante devido a sua gravidade e vou aceitar sua sugestão e preparar um artigo sobre o tema.

De imediato tenho uma mensagem do espírito Joanna de Angelis:

DEPRESSÃO

Joanna de angelis / Divaldo Pereira Franco
Mensagem extraída da obra Receitas de Paz

A depressão tem a sua gênese no espírito, que reencarna com alta dose de culpa, quando renteando no processo da evolução sob fatores negativos que lhe assinalam a marcha e de que não se resolveu por liberar-se em definitivo. Com a consciência culpada, sofrendo os gravames que lhe dilaceram a alegria íntima, imprime nas células os elementos que as desconectam, propiciando, em largo prazo, o desencadeamento dessa psicose que domina uma centena de milhões de criaturas na atualidade. Se desejarmos examinar as causas psicológicas, genéticas e orgânicas, bem estudadas pelas ciências que se encarregam de penetrar o problema, temos que levar em conta o espírito imortal, gerador dos quadros emocionais e físicos de que necessita, para crescer na direção de Deus.

A depressão instala-se, a pouco e pouco, porque as correntes psíquicas desconexas que a desencadeiam, desarticulam, vagarosamente, o equilíbrio mental.

Quando irrompe, exteriorizando-se, dominadora, suas raízes estão fixadas nos painéis da alma rebelde ou receosa de prosseguir nos compromissos redentores abraçados. Face as suas cáusticas manifestações, a terapia de emergência faz-se omprescindível, embora, os métodos acadêmicos vigente, pura e simplesmente, não sejam suficientes para erradicá-la. Permanecendo as ocorrências psicossociais, sócio-econômicas, psico-afetivas, que produzem a ansiedade, certamente se repetirão os distúrbios no comportamento do indivíduo conduzindo a novos estados depressivos.

Abre-te ao amor e combaterás as ocorrências depressivas, movimentando-te em paz na área da afetividade com o pensamento em Deus.

Evita a hora vazia e resguarda-te da sofreguidão pelo excesso de trabalho. Adestra-te, mentalmente, na resignação diante do que te ocorra de desagradável e não possas mudar.

Quando sitiado pela idéia depressiva alarga o campo de raciocínio e combate o pensamento pessimista. Açodado pelas reminiscências perniciosas, de contornos imprecisos, sobrepõe as aspirações da luta e age, vencendo o cansaço.

Quem se habilita na ação bem conduzida e dirige o raciocínio com equilíbrio, não tomba nas redes bem urdidas da depressão. Toda vez que uma idéia prejudicial intentar espraiar-se nas telas do pensamento obnubilando-te a razão, recorre à prece e a polivalência de conceitos, impedindo-lhe a fixação.

Agradecendo a Deus a benção do renascimento na carne, conscientiza-te da sua utilidade e significação superior, combatendo os receios do passado espiritual, os mecanis mos inconscientes de culpa, e produze com alegria. Recebendo ou não tratamento especializado sob a orientação de algum facultativo, aprofunda a terapia espiritual e reage, compreendendo que todos os males que infelicitam o homem procedem do espírito que ele é, no qual se encontram estruturadas as conquistas e as quedas, no largo mecanismo da evolução inevitável.

26 11 2013
VANESSA

estou tentanto fazer uma reforma intima e não estou conseguindo. tenho varios problemas familiar,tenho um marido que vive me ofendendo e me maltrando por causas dos filhos e outros problemas que aparece. estou sempre triste deprimida e angustiada. sou freguentadora de um centro espirita Perseverança em São Paulo, estou em último ano do curso PROBEM FAÇO EVANGELHO NO LAR E SEMINARIO MAIS PARECE QUE NADA MUDA. NÃO TENHO VOZ ATIVA, TENHO MEDOS DAS PESSOAS NINGUÉM ME RESPEITA. ME SINTO UMA BANANA

26 11 2013
Claudio Castro.

Quando Jesus estava encarnado, seus discípulos muitas vezes não entendiam sua atitude pacata de não revidar. Como pode um homem com tantos poderes, andava sobre as águas, ordenava a natureza que a tempestade parasse imediatamente, multiplicava os pães, curava chagas, paralíticos e fazia os cegos enxergarem… e diante de uma ameaça contra ele mesmo, não fazer nada! Quando Judas organizou a “traição” ele estava com certeza absoluta que Jesus iria liquidar com os soldados com uma só ordem aos Céus e tomar o poder político.

E até os dias atuais uma grande quantidade de indivíduos ainda não entenderam o mandamento – “amai aos vossos inimigos”. Imagina naquela época.

Dessa forma Jesus foi preso, maltratado, violentado até ser crucificado e morto.

O exemplo máximo de Jesus é o que devemos seguir. Estudar seu evangelho a luz do Espiritismo nos revela caminho seguro para chegar ao nosso destino nessa vida. Praticando seus ensinamentos em nossas relações pessoais no trabalho, na família e na sociedade teremos a certeza de fazer o certo.

E mesmo assim Pedro pergunta a Jesus, mas até quantas vezes devemos perdoar? E Jesus em sua sabedoria divina responde que devemos perdoar setenta vezes sete, ou seja perdoar sempre.

E na família e em muitas outras situações o Espírita Cristão muitas vezes é chamado de covarde, de banana, pois o “certo” para a sociedade é revidar, brigar, gritar e sair quebrando as coisas para gerar respeito pelo medo.

Uma coisa é ter pulso e educar. Outra coisa é aterrorizar e brigar fisicamente.

E o pulso, nós desenvolvemos com o modo firme de falar, na certeza de que o SIM deve ser SIM e o nosso NÃO deve ser NÃO. Dessa forma o limite deve ser dado em nossos filhos urgentemente na primeira infância.

Se o seu marido te ofende, analise bem a situação, coloque tudo num papel, escreve os problemas e comece a tentar puxar as causas iniciais dos mesmos e veja o quanto tem participação neles para que possa avaliar o que você pode melhorar se for o caso.

Siga assim firme com coragem nessa busca pela harmonia em sua família, perdoando, superando as ofensas, esquecendo-as, e começando novamente um novo dia com a determinação de fazer sempre o melhor que puder.

Lembre-se que “os bananas” nessa vida são os mais corajosos no plano espiritual, pois tem que ser muito forte para ouvir uma ofensa e simplesmente não revidar e ainda perdoar por completo o agressor, mantendo um bom sentimento para com essa pessoa.

27 11 2013
Vanessa Lopes Trazzi

BOM DIA!

A MINHA MAIOR DIFICULDADE É TER ESTE PULSO,POIS HOJE MEUS FILHOS UM TEM 20 ANOS E OUTRA 16 ANOS.

A MINHA FILHA DE 16 ANOS QUE CAUSA MAIOR PROBLEMAS, POIS ELA NÃO GOSTA DE ESTUDAR,FALA MUITA MENTIRA DEVIDA ESTA MENTIRA NÃO DEIXAMOS SAIR SOZINHA, POIS MUITAS VEZES DESAPARECEU ALGUMAS HORAS NÃO ATENDENDO CELULAR. MEU MARIDO SEMPRE COLOCA ELA DE CASTIGO, ELA FICA MAIS REVOLTADA. MEU MARIDO VIVE VIAJANDO A TRABALHO,POIS ELE COLOCA ELA DE CASTIGO E VIAJA. MINHA FILHA NÃO GOSTA DELE POIS ELE MUITAS VEZES É IGNORANTE. POIS ELA FALA QUE QUER VIVER, E EU ACABO FICANDO COM DÓ. E NÃO CONCORDO COM AS ATITUDES DELE POIS ELE DÁ UM ORDEM E LARGA NA MINHA MÃO. E ELA NÃO ME OBEDECE. QUANDO ELA FAZ AS BESTEIRAS ACABA CONTANDO PARA MIM, E NÃO CONTO PARA O PAI DEVIDO DE ELE SER MUITO IGNORANTE E RADICAL. POR ISSO VIVO SEMPRE EM TENSÃO NERVOSA. TEM MEDO DAS BRIGAS QUE PODE GERAR.

27 11 2013
Claudio Castro.

Oi,

Essa idade é difícil para o jovem, pois é o momento onde definitivamente seu espírito se consolida – vindo a tona com mais força suas más tendências do passado que entram em choque com a educação adquirida nessa vida. E ainda ocorrem as mudanças do corpo físico para piorar a situação emocional.

Na educação dos filhos as diretrizes dos pais deveriam estar em sintonia. Se um pune, essa punição deve ser respeitada. Se ocorrem divergências entre pai e mãe, a melhor solução é a conversa clara antes de aplicar uma punição. O problema é que mesmo assim podem ocorrer divergências, como parece ser o seu caso. O pai é radical demais e conservador e a mãe mais compreensiva.

Tudo deve ser avaliado e o diálogo é sempre o instrumento primordial.

Os Jovens nos dias atuais necessitam muito de evangelização, existem grupos de jovens na maioria das religiões, e na Doutrina Espírita a turma de Mocidade e Jovens geralmente é muito atuante. É fundamental essa participação para eles respeitarem o próprio corpo e o próximo para melhor superarem a fase rebelde da vida.

No plano espiritual temos o “bônus hora” conforme esclarecido no livro “Nosso Lar” onde o espírito só consegue independência para ir e vir para outros planos quando adquire o merecimento do trabalho mensurado pelo “bônus”.

O merecimento é algo fundamental para lidar com os filhos! Portanto, se o filho mente, se tira notas baixas, não faz parte de nenhuma religião, seu merecimento também é baixo e assim deverá ficar impedido de certas atividades extras.

A disciplina é algo fundamental que o jovem nos dias atuais sente muita dificuldade, pois para o “mundo” ele pode tudo.

Busque um equilíbrio com seu marido, converse sobre o que está dando certo e o que está falhando, busque um entendimento e use sempre a lógica do merecimento na educação. Depois conversem com sua filha com calma sustentando as proibições por explicações plausíveis e oportunizando a liberdade se ela tiver o merecimento.

Como deve saber, nos planos mais elevados da espiritualidade há muita disciplina, rotina, estudo e trabalho. Mas lá, não escondemos nossas opiniões, pois os diálogos ocorrem através do pensamento e não se pode disfarçá-los.

11 02 2014
“Ser Acomodado” X “Ter Resignação” | Joana d´Arc

[…] isso, em nossa reforma íntima, um dos principais pontos é justamente o combate ao egoísmo e a preguiça que juntos formam o […]

15 04 2014
Agnaldo Martins

Excelente blog e conhecimentos do Claudio Castro, muito bom mesmo!

6 05 2014
25 05 2014
carmen

Boa noite,

A cinco anos frequento uma casa espirita , mas foi fora dela que ouvi falar pela primeira vez sobre a Reforma Intima, muito me interessei porém não sabia por onde começar até que hoje seguindo uma inspiração divina resolvi buscar na internete e encontrei seu blog que muito me ajudou,sei que é apenas um começo mas sou-lhe muito grata pelas informações aqui encontradas serão de grande valia na caminhada Deus lhe abençoe.

26 05 2014
Claudio Castro.

Boa noite,

Provavelmente não ouviu o termo – reforma íntima – diretamente na sua Casa Espírita, mas indiretamente nas palestras semanais a maioria dos assuntos são abordados temas da reforma íntima. Pois quase todo o conteúdo da Doutrina Espírita tem por objetivo nosso maior aprendizado e consequente melhora pessoal.

Percebemos isso na codificação de Allan Kardec no “O Evangelho Segundo o Espiritismo “, capítulo XVII, ítem 4, nos diz :

“Reconhece-se o verdadeiro espírita por sua transformação moral e pelos esforços que faz para dominar suas más tendências”.

Aí está a essência da reforma íntima na exemplificação do verdadeiro espírita. Assim como todo cristão – temos Jesus como modelo de perfeição.

E no Livro dos Espíritos, a obra básica inicial que todo Espírita deveria estudar a fundo, temos a questão abaixo.

“A moral dos Espíritos superiores se resume, como a do Cristo, nesta máxima evangélica:

‘fazer aos outros o que quereríamos que os outros nos fizessem ou seja. fazer o bem e não fazer o mal. O homem encontra nesse princípio a regra universal de conduta, mesmo para as menores ações”. (ALLAN KARDEC. O Livro dos Espíritos. Introdução VI. Resumo da Doutrina dos Espíritos.)

Nada mais do que as palavras de Jesus escritas há mais de dois mil anos de forma renovada e explicativa. Jesus retornou para nossa melhor compreensão através da obra Espírita, e agora temos a grande chance de reverter a situação e fazer uma revolução em nós mesmos. A revolução do amor.

No site abaixo tem um bom material sobre o assunto. De resto é só vigilância e exercício do bem.

http://www.ceallankardec.org.br/reforma.htm

11 07 2014
Antonio Henrique Tretow

Aprendi muito com esse ensinamentos e pretendo por em pratica no meu dia a dia e tentar zelar mais do meu campo de vibrações.

16 07 2014
janete marques

Pedido de prece pra mim esposo e filhos

17 07 2014
Claudio Castro.

Favor pedir diretamente ao Grupo Espírita, indico a Sociedade Espírita Allan Kardec, de SP, pois tem vibração a distância. Pode solicitar pelo site abaixo, mas tem que seguir as instruções. Fiquem como Deus.

http://www.seakrp.com.br/portal/index.php?option=com_ckforms&view=ckforms&id=1&Itemid=73

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 51 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: