Vigilância

12 11 2007

“Escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal na Operação Furacão teriam flagrado pedido do ministro Paulo Medina, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), aos examinadores do concurso para que aprovassem o candidato Leonardo Bechara Stancioli, seu parente.”
http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2007/04/25/materia.2007-04-25.4071003895/view

“Suspeitas de quebra de sigilo e fraude para beneficiar filhos, noras, genros e sobrinhos de desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro poderão anular o concurso público para juiz no estado.”
http://conjur.estadao.com.br/static/text/53720,1

“O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) entregou hoje ao secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, um relatório sobre o caso de doping da nadadora Rebeca Gusmão. O caso, agora, deve ser investigado pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Saúde Pública.”
http://www.atarde.com.br/esporte/noticia.jsf?id=805456

Todos nós brasileiros devemos ter muito mais vigilância no campo das ações profissionais e materiais. O brasileiro está acostumado com a propaganda da impunidade, com a propaganda de bandidos que se dão bem, com políticos que roubam e não são punidos, com a publicidade do “jeitinho brasileiro”!
Esquecem, porém, que toda ação possui reação. Ou seja, toda ação negativa – invariavelmente recebe de volta uma reação igualmente negativa, seja no dia seguinte, no ano seguinte, ou até mesmo numa reencarnação seguinte…

Vale dizer que, se não acredita em reencarnação reflita na seguinte questão: Se Deus é tão bom para todos, como nascem pessoas em família ricas e outras em famílias paupérrimas? Como umas nascem com deficiências físicas e outras com grande perfeição e beleza? Resposta dada pelas ações dos indivíduos em vidas passadas sendo refletidas no nascimento da próxima vida. (lei da ação e reação)

Mas voltando ao assunto, devemos nos vigiar nas ciladas que a vida pode apresentar como forma de conseguir algo de maneira mais fácil. Não apenas grandes erros – como desvios de verbas públicas, mas em atos corriqueiros do dia-a-dia como o “furar fila”, dirigir com imprudência, adulterar algum documento, comprar documentos e títulos, falsificar carteiras estudantis, e outras pequenas “corrupções” do dia-a-dia.

Assim procedendo, mesmo que não sejam descobertos os “jeitinhos”, estamos certamente nos compromentendo na lei da ação e reação.

Além disso, invariavelmente estaremos prejudicando alguém com esses “jeitinhos”. Assim procedendo estamos nos comprometendo de forma carmática com as pessoas prejudicadas e obrigatoriamente iremos pagar por isso.

Não é tarefa fácil evitar e resistir a essas pequenas “corrupções” do dia-a-dia. A sociedade brasileira aliada com a impunidade judicial acaba por incentivar-nos a sua prática. Porém temos que começar a ter orgulho, no sentido benéfico da palavra, de buscarmos ser absolutamente honestos e conscientes de nossos atos.
Estejamos sempre nos questionando:

_ O que faço é correto, honesto e ético?
_ Estou prejudicando alguém com minha atitude?
_ O que estou fazendo, gostaria que fizessem comigo?
_ Quando morrer vou lembrar dessa atitude com medo ou receio ou estou em paz comigo mesmo?

Lembramos uma pergunta de Allan Kardec feita ao Espírito da Verdade no Livro dos Espíritos na questão 922:

“922 – A felicidade terrena é relativa à posição de cada um; o que basta à felicidade de um faz a infelicidade de outro. Existe, entretanto, uma medida de felicidade comum a todos os homens?

– Para a vida material, é a posse do necessário; para a vida moral, a
pureza da consciência e a fé no futuro.”

Que tenhamos a força moral de dizer NÃO as oportunidades fraudulentas que surgem como PROVAS do verdadeiro sucesso em nossas vidas!
1 Não queiramos encontrar no plano espiritual todas as pessoas que prejudicamos – nos cobrando reparação !

Anúncios

Ações

Informação

3 responses

12 06 2009
29 03 2018
Marcelo da Rocha Constantino

http://cartorios.blogspot.com.br/2009/02/vergonhoso-leonardo-bechara-stancioli.html?showComment=1519675588621#c4944129022118923783

VERGONHOSO: Leonardo Bechara Stancioli apresenta, com nojo, defesa prévia – MP espera que o TJPR entregue documentos desde 2006 ATÉ 2018 para concluir…..

STJ RETIROU O SIGILO DAS INVESTIGAÇÕES E AS ENCAMINHOU PARA A 6ª VARA FEDERAL DO RIO DE JANEIRO EM 2017:

EMENTA APN697/RJ: … 1. Não persiste mais a necessidade de manutenção do sigilo nesta demanda penal, eis que a denúncia já foi recebida desde 26 de novembro de 2008, a instrução do feito já foi concluída e os fatos objeto da apuração na ação penal foram publicizados. Frise-se que a razão da decretação do sigilo deveu-se à necessidade de preservar a própria investigação – que tramitava sob o Inquérito n. 2.424, perante o e. Supremo Tribunal Federal –, de início, e, depois, o próprio curso da demanda penal, o que, doravante, tornou-se desnecessário. (publicada no DJe em 29/03/2017).

O processo e as investigações (desde 29/3/2017) são públicos, porém, o restante, ainda não descoberto, está no HD na 6ª Vara Federal RJ – Ação Penal “FURACÃO” n. 0504550-16.2017.4.02.5101 (Juíza Federal: ANA PAULA VIEIRA DE CARVALHO). JFRJ

Consulta:
http://procweb.jfrj.jus.br/portal/consulta/cons_procs.asp
0504550-16.2017.4.02.5101
0504548-16.2017.4.02.5101
0504549-31.2017.4.02.5101

http://cartorios.blogspot.com.br/2009/02/vergonhoso-leonardo-bechara-stancioli.html

1 04 2018
Claudio Castro.

Caro Sr. Marcelo, Jesus veio a Terra pra os ensinar a plantar somente sementes boas independente de o solo é bom ou ruim. E quando o mataram, pediu perdão pois aquelas pessoas não sabiam o que estavam fazendo. E até hoje, uma grande parte da população ainda não sabe o que faz. Continua plantando sementes ruins para colher dor e sofrimento no futuro.

Jesus queria que plantássemos apenas sementes boas e assim teríamos um futuro de felicidade e prosperidade.

Infelizmente a ignorância é grande e muitos pensando em vantagens terrenas de imediato, plantam suas próprias desgraças do futuro a colher.

A justiça da Terra é falha, mas ninguém foge da Lei da causa e efeito. Nem por isso devemos nos calar diante do erro. Uma punição ainda nesta vida seria um grande benção para amenizar dores futuras.

Bom trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: