Ser Espirita sem desculpas.

30 09 2010

Ao me perguntarem de que religião sou, digo:

_ Sou Espírita !

Certo que o preconceito ainda existe, infelizmente não temos como exigir maturidade espiritual de todos assim como não devemos esperar que uma criança de três anos faça equações matemáticas do segundo grau.

Mas o que incomoda mesmo é ver Espíritas com preconceito de si mesmos! Muitos dizem que são espiritualistas, outros apenas cristãos, e até outras religiões predominantes para evitar preconceito.

Contudo não temos e não devemos fugir de nossos ideais. O filme de Chico Xavier e agora Nosso Lar esclareceu muito da Doutrina e da ligação da Doutrina Espírita com a Mensagem de Jesus. Infelizmente as novelas ainda tendem a confundir Espiritismo com cartomantes ou místicos – que utilizam o lado espiritualista sem as devidas bases doutrinárias, sem Jesus.

Mas a cada dia que passa a Doutrina Espírita, sua filosofia fundamentada em método científico com consequências religiosas amplia seus horizontes de atuação e espalha-se pelo Planeta transmitindo a mensagem de amor de Jesus apoiada pela lógica.

Pontos complicados como a reencarnação são evidenciados com relatos de pessoas que lembram de suas vidas passadas (e comprovaram isso por documentações) e crianças que revelam grandes talentos como pintores e músicos com pouquíssimos anos de vida relembrando seus dons de vidas passadas.

Portanto, somente a falta de tempo e boa vontade para buscar a informação impede o avanço do Espiritismo. Espiritismo é Jesus, é amor, é caridade. Quanto de nosso tempo diário nos dedicamos aos estudos de uma filosofia de vida?

O Espiritismo assim não deve ser tratado apenas como uma religião, mas como uma ciência que estuda o mundo espiritual. A comunicação com esse mundo é um fato comprovado, judicialmente inclusive, no Brasil através do Chico Xavier. Não há motivos para seu contestamento.

O certo é que não há mais razões para fugir do Espiritismo. Só pelo preconceito e pela “criança espiritual” existente em muito de nossos irmãos que o Espiritismo não avança – e devemos compreender bem isso não atacando outras religiões, apesar de muitas vezes o contrário não ocorra.

O mais importante é o convite para todos beberem do conhecimento dessa ciência, todas as religiões podem se aperfeiçoar com os ensinamentos da Doutrina Espírita, todas as pessoas podem buscar entendimentos pelos estudos. Todos podem realmente elevar-se moralmente com o entendimento da vida espiritual, das consequências de nossas ações boas e más nesse mundo e do benefício do perdão que nos trás a prática do bem ao próximo.

A verdadeira função das religiões é a mudança interior do indivíduo buscando ele próprio se autoconhecer e corrigir defeitos que todos temos, como o egoísmo, e todos os defeitos derivados dele.

A revolução moral que a mensagem de Jesus quer buscar ainda não ocorreu pelo livre amor. O Espiritismo agora revela a lógica das palavras de Jesus. Aprofundemos no assunto! Entremos em contato com a Doutrina Espírita! Aproveitemos nossa passagem tão curta por esse planeta!