Insensato coração e outras novelas insensatas

10 07 2011

A televisão proporciona um meio de informação de altíssima qualidade e penetração. Indiscutivelmente somos de certa forma presenteados com uma gama de informações de qualidade ou não.

Devemos assim obviamente filtrar toda a programação e dentro das escolhidas monitorar sua qualidade com uma crítica apurada, principalmente quando jovens também assistem.

As novelas são fontes de distração sem dúvida. Dispor de tempo para ocupar a mente com acontecimentos irreais pode soar estranho para muitos, mas para maioria perder três a quatro horas por dia assistindo novelas é algo prioritário.

Penso assim no lado positivo, onde a novela pode servir para ocupar a mente em algum tipo de atividade, para levar conhecimento, mostrar como funciona outras culturas, exemplificar, motivar e realizar novas propostas para o bem…

Infelizmente muitos autores entram em temas sensacionalistas, violentos, sem falar nas tradicionais brigas, algumas mortes e cenas de sexo é claro.

Faz parte do livre arbítrio…

Infelizmente para uma empresa que já produziu a obra Escrava Isaura e Caminho das Índias, certas produções atuais são vergonhosas.

Falta de inspiração? Muitas obras do Chico Xavier como o romance “A 2000 anos” daria um banho de conteúdo e cultura em qualquer montagem existente.

Em outros canais mais populares, em dias de final de semana principalmente, nos deparamos facilmente com a vulgarização da mulher em programas com temática infantil nessas escolinhas da vida, dentre outras aberrações.

Enquanto isso manter a televisão desligada é uma ótima opção nesses momentos para que pai e mãe possam conversar, quem sabe, brincar com seus filhos ou com vizinhos em atividade construtiva e criativa. E os jovens possam desde já treinar a criatividade com atividades como a pintura, música, desenho, escrita,… mas bem longe da TV.

——————–

Relacionado com

https://joanadarc.wordpress.com/2008/12/16/seguranca-no-lar/

Anúncios