Nascemos para progredir e não para curtir a vida.

14 06 2013

“Todo aquele que quiser tornar-se grande entre vós, se faça vosso servo.

E o que quiser tornar-se entre vós o primeiro, se faça vosso escravo.

Assim como o Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar sua vida em resgate por uma multidão.” Jesus (Mateus 20.26)

Quais os frutos do “curtir” ?

Essas fortes palavras de Jesus são verdades difíceis de afinarmos com elas, afinal quem vai – nos dias atuais – querer deixar de viver a sua vida para ajudar ao próximo? O nosso pouco tempo livre é um dom muito precioso. Poucos querem servir, a maioria preferem serem servidos. Ou quando não, apenas curtir a vida. Na ala masculina então, pior ainda, pela educação machista que ainda se presencia nas famílias.

Mas essas palavras de Jesus deveriam ser fortes o suficiente para um despertar ativo contra nosso egoísmo nato. Não viemos ao mundo para apenas trabalhar para acumular renda para curtir a vida e comprar bens materiais ! Afinal onde está o nosso tesouro estará o nosso coração.

E mais uma vez Jesus nos dá a receita – vamos construir tesouros no Céu – com a caridade.

Pois bem, viemos ao mundo para crescer, aprender e progredir. Devemos ser um dia ser árvores e dar frutos… Contudo um dos principais problemas para essa árvore crescer é o veneno do egoísmo.

Como servir, se só pensamos em nós mesmos, em aumentar nossa renda financeira, em nosso trabalho cada vez mais insano, em ter mais e mais bens materiais pipocando nas promoções por e-mail…

Note, não sou contra a ambição. Devemos sim ter metas em nossas vidas, e metas bem claras de acordo com a vocação de cada um. Contudo o exagero e o desequilíbrio corrompe o sucesso verdadeiro.

Nascemos para progredir. Contudo não há crescimento sem o adubo da caridade. Não há verdadeiramente o sucesso sem a construção dos tesouros no Céu, afinal tudo o que é material deixaremos aqui após essa vida… Óbvio, mas não parece.

O progresso espiritual deve ser nossa maior busca, nossa maior dedicação para nós e para nossa família. Devemos viver nesse mundo material mais como espíritos do que como pessoas, mais pensando na multidão de pessoas necessitadas ao nosso redor do que almejando a riqueza absurda, mais praticando a caridade do que presos nas jaulas das enormes TVs de hoje, mais convidando para momentos de reflexão do que para festas e bares.

A Doutrina Espírita revela no “Livro dos Espíritos” todas as ordens evolutivas dos espíritos em uma classificação bastante interessante. Também relata noções importantes para compreendermos melhor a progressão espiritual, explicando detalhadamente que somos um espírito imortal e que nascemos para progredir. Afinal o conhecimento afasta os receios e nos dá força para melhor superarmos nossas dificuldades e medos.

Nos questionemos onde vamos estar daqui a 10 anos, daqui a 40 anos, daqui a 80 anos e também daqui a 200 anos. Nossa vida não acaba. Mas o egoísmo mata.

Bons estudos.





Qual decisão tomar ? Que caminho seguir na vida ? Os médiuns espíritas tem as minhas respostas?

1 06 2013

images _ Hoje fui questionado sobre a Doutrina Espírita a respeito de um possível auxílio sobre qual decisão a tomar nos problemas da vida. Teria algum setor ou médium espírita que forneceria respostas sobre os nossos problemas?

Analisando o Grupo Espírita a resposta foi negativa.

Apesar de saber que muitos médiuns são capazes pela vidência de descortinar muitos acontecimentos e prever o futuro certamente o médium seguidor da Doutrina de Jesus na Casa Espírita na maioria dos casos não o fazem e não o devem fazer.

Mas por que não auxiliar a muitos desvendando problemas futuros gratuitamente?

Primeiramente pelo simples fato de infringir a lei do merecimento. Nesta vida passamos por provas e expiações que muitas vezes poderiam ser abreviadas pelo alerta do médium atrapalhando a evolução espiritual do ser. Seria como fazer uma prova do ENEM com alguém “dando cola”, ferindo assim não apenas a ética natural, mas prejudicando outro candidato que poderia estar naquela vaga onde o candidato passou através de uma “cola”.

Seguidamente, dentre outros possíveis motivos, pela questão da influência de um possível obsessor espiritual ou mesmo espíritos com intenções duvidosas onde através do médium faria com que o indivíduo tomasse decisões equivocadas na sua vida por uma “fofoca espiritual”.

Afinal, nossas próprias dúvidas são oportunidades de aprendermos a trabalhar a nossa fé.

Dessa forma a verdadeira Casa Espírita não revela o futuro de ninguém. Não busca passar informações de cunho espiritual para ninguém sem que haja uma permissão de espíritos dirigentes da Casa. Algo cada vez mais raro nesses momentos decisivos que o planeta se encontra. Afinal o trabalho lá em cima é intenso.

Em resumo, a Casa Espírita apresenta dias de palestras, de estudos dirigidos e sistemáticos, reuniões mediúnicas de auxílio a espíritos atormentados, evangelização a crianças e jovens, tratamentos espirituais de cura, e talvez o  principal, sempre busca ofertar aos frequentadores a possibilidade do mesmo praticar a caridade a pessoas carentes.

Dessa forma uma pessoa com problemas pessoais e dúvidas sobre qual rumo a tomar certamente estará muito melhor preparada ao frequentar uma Casa Espírita. Além de contar com a opinião de pessoas que estudam a vida inteira os problemas humanos, também poderá por si próprio aprender a lidar melhor com as decisões pelos estudos da codificação Espírita. Sem contar na possibilidade de frequentar um ambiente espiritualmente  limpo.

Os Grupos Espíritas são velas acesas nas trevas desse planeta. Aliás, todo ambiente de cunho elevado provocam essa luz espiritual. E uma das maiores recomendações da Doutrina Espírita é fazer de nosso lar um ambiente de luz através do Culto do lar.

Espiritismo não é algo simples, não é uma consulta, é um caminho – o caminho seguro de Jesus – nos presenteado através da Codificação de Allan Kardec.

Jesus – “Quando vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai procede, esse dará testemunho de mim;” (JOÃO 15,23 )

É interessante mencionar que muitos tormentos que passamos por nossas vidas são provocados propositalmente para justamente para nos levar a alguma religião.

Infelizmente a Doutrina Espírita é muito confundida com outras religiões, como “Umbanda” e ritos diversos, inclusive com cartomantes. Para saber realmente o que é uma Casa Espírita escrevo clicando aqui.

Abaixo uma palestra sobre a Doutrina Espírita. E agradeço ao irmão que me questionou sobre essa matéria, e se por palavras não sou competente a transmitir informações, espero que por escrita possa ser melhor compreendido. Luz à todos.