Skank e a Lei da Causa e Efeito ! Mil Acasos…

28 09 2007

SKANK – Mil Acasos

Uma coisa que aprendi nos meus estudos foi que não existe acaso em nossas vidas. Tudo existe um motivo. Não nos encontramos com pessoas por acaso, não acontecem coisas desagradáveis conosco por acaso, não acontecem coisas ótimas conosco por acaso. Quase tudo vai acontecendo de acordo com nossas práticas em vidas passadas. Se praticamos o bem encontraremos pessoas e acontecimentos para o bem, se agredimos ou praticamos coisas para o mal – encontraremos pessoas e acasos que nos farão pagar pelo que fizemos no passado. Essa é a lei da causa e efeito!

Que possamos suportar todos os acasos ruins para quitar nossos débitos e curtir todos os bons acasos como recompensa de nossas próprias boas ações !

Nessa música do Skank com certeza libera uma energia de um ótimo acaso !

Sucesso a todos !

MIL ACASOS – SKANK – CIFRA

D Bm
Mil acasos me levam a você
D Bm
O sábado, o signo, o carnaval
G A
Mil acasos me tomam pela mão
A feira, o feriado nacional
D Bm
Mil acasos me levam a perder
D Bm
O senso, o ritmo habitual

Bm D/F# G (uma batida para cada acorde)

G A
Mil acasos me levam a você
G
No início, no meio ou no final
A
Me levam a você
De um jeito desigual

D Bm
Mil acasos apontam a direção
D Bm
Desvio de rota é tão normal

Bm D/F# G (uma batida para cada acorde)

G A
Mil acasos me levam a você
G
No mundo concreto ou virtual
A
Me levam a você
De um jeito desigual

Em
Quem sabe, então, por um acaso
Bm
Perdido no tempo ou no espaço
Bb A
Seus passos queiram se juntar aos meus
Bb A
Seus braços queiram se juntar aos meus

Intro: D Bm (2x)

G A
Mil acasos me levam a você
No início, no meio ou no final

D Bm
Mil acasos me levam por aí
D Bm
Na espuma do tempo, no temporal

Bm D/F# G (uma batida para cada acorde)

G A
Mil acasos me dizem o que sou
G
Ateu praticante, ocidental
A
Me levam a você
De um jeito desigual

Em
Quem sabe, então, por um acaso
Bm
Perdido no tempo ou no espaço
Bb A
Seus passos queiram se juntar aos meus
Bb A
Seus braços queiram se juntar aos meus

Termina em D





Bob Marley e nossas sintonias espirituais

14 09 2007

Bob Marley! Muitos associam sua imagem ao uso de drogas. O que é totalmente errôneo. Sua mensagem é de paz, respeito e amor e não um convite ao fumo.

Assim, devemos verificar suas letras simples e pacificadoras em estilo próprio e único com intuito de harmonizar e trazer boas sintonias mentais. Afinal verifica-se em estudos doutrinários do Espiritismo que os espíritos que se mantém ao nosso lado, nos sugerindo idéias a todo momento, estão por afinidade e sintonia com nossos pensamentos. Assim como um rádio, nossa mente vibra em energias que nos sintonizam com boas ou más influências. Muitos de nossos pensamentos e idéias, na verdade, são provenientes dos espíritos. E o que deveria ser apenas idéias de nosso espírito protetor (anjo da guarda) acaba sendo, por nossos próprio pensamentos negativos, com espíritos inferiores. Não é a toa que Jesus nos diz: Orai e Vigiai !

F#m
I wanna love you
D A
and treat you right.
C#m F#m
I wanna love you
D A
every day and every night.
C#m F#m
We’ll be together
D A
with a roof right over our heads.
C#m F#m
We’ll share the shelter
D A
of my single bed.
C#m F#m
We’ll share the same room,
D A
Jah provide the bread.

C#m
Is this love, is this love, is this love,
Bm
is this love that I’m feeling?
C#m
Is this love, is this love, is this love,
Bm Bm C#m D E
is this love that I’m feeling?

Bm Bm C#m D E
I wanna know, wanna know, wanna know now.
C#m
I’ve got to know, got to know, got to know now.
Bm C#m
I… I’m willing and able,
Bm F#m E D C#m Bm D
so I throw my cards on your table.

F#m
I wanna love you
D A C#m F#m
I wanna love and treat, love and treat you right.
C#m F#m
I wanna love you
D A
every day and every night.
C#m F#m
We’ll be together
D A
with a roof right over our heads.
C#m F#m
We’ll share the shelter
D A
of my single bed.
C#m F#m
We’ll share the same room,
D A
Jah provide the bread.

C#m
Is this love, is this love, is this love,
Bm
is this love that I’m feeling?
C#m
Is this love, is this love, is this love,
Bm Bm C#m D E
is this love that I’m feeling?

Bm Bm C#m D E
Oh yes I know, yes I know, yes I know now
C#m
Oh yes I know, yes I know, yes I know now
Bm C#m
I… I’m willing and able,
Bm F#m E D C#m Bm D
so I throw my cards on your table.

F#m
See I wanna love ya,
D A C#m F#m
I wanna love and treat ya, love and treat ya right
C#m F#m
I wanna love you
D A
every day and every night.
C#m F#m
We’ll be together
D A
with a roof right over our heads.
C#m F#m
We’ll share the shelter
D A
of my single bed.
C#m F#m
We’ll share the same room,
D A
Jah provide the bread.





Titãs: Um convite a ação e aceitação

27 08 2007

Esta música foi material de trabalho do curso de Formação de Docentes em que estou finalizando. E a palavra chave foi “aceitar as pessoas como elas são”. Pois muitos professores discriminam alunos devido a serem carentes, drogados, desnutridos, com pais problemáticos… Mas é um mito que esses alunos não aprendem. Todos aprendem seja qual for sua situação psicológica. Basta trabalhar com amor, vontade e ter o dom de ensinar.

TITÃS – EPITÁFIO

Intro: G D Em G7 C Cm

G D Em G7
Devia ter amado mais
C
Ter chorado mais
Cm G
Ter visto o sol nascer
G D Em G7
Devia ter arriscado mais
C
E até errado mais
Cm G
Ter feito o que eu queria fazer

C Cm G E7 A7 D7
Queria ter aceitado — as pessoas como elas são
C Cm G E7 A7 Cm G
Cada um sabe a alegria — e a dor que traz no coração

| G G/B Am
| O acaso vai me proteger
| Cm G
| Enquanto eu andar distraído
| G G/B Am
| O acaso vai me proteger
| Cm
| Enquanto eu andar

[ Intro ]

G D Em G7
Devia ter complicado menos
C
Trabalhado menos
Cm G
Ter visto o sol se pôr

G D Em G7 C Cm
Devia ter me importado menos com problemas pequenos
G
Ter morrido de amor
C Cm G Em A7 D7
Queria ter aceitado — a vida como ela é
C Cm G Em Cm G
A cada um cabe alegrias — e a tristeza que vier

| G G/B Am7 Cm G
| O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído
| G G/B Am7 Cm G
| O acaso vai me proteger enquanto eu andar
| G G/B Am7 Cm G
| O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído
| G G/B Am7 Cm G
| O acaso vai me proteger enquanto eu andar

G D Em G7
Devia ter complicado menos
C Cm
Trabalhado menos
G
Ter visto o sol se pôr

Fonte: http://titas.cifras.art.br/cifra_5369.html





Pink Floyd e nossos desejos

16 08 2007

Esta música do Pink Floyd é uma das primeiras que eu conseguir tocar no violão. Sua letra é muito profunda, criada em 1975. O título nos passa uma mensagem de sentimento de perda, saudade. Como tudo nesse mundo é passageiro devemos ter a certeza de que tudo, inclusive nosso corpo e vida material é passageiro. E a saudade só é positiva se transformamos ela em ações.

Portanto, a perda de alguém querido, não deve ser alimentada com pensamentos de não aceitação, inconformismos, ou saudade com desejos fortes de retenção. Mas sim em ações onde o sentimento da saudade apenas servirá como combustível motivador para a pratica de uma determinada ação de caridade em homenagem a essa pessoa querida.

Por estudos Espíritas sabemos que nosso espírito é imortal. Portanto alegremos nossos amigos e familiares que não estão mais presentes conosco materialmente trocando a saudade pela caridade concreta!

E vou mais além. Isso serve não apenas para saudade de pessoas falecidas, mas também para “dor-de-cotovelo” em geral, amigos morando longe, separações de qualquer tipo… A ação na caridade sempre anula os sentimentos negativos transformando-os em saudades positivas.

Intro:
Em / G / Em / G / Em / Am7 / Em / Am7 / G / G

C D Am G
So, so you think you can tell, heaven from hell? Blue skies from pain?

D C Am
Can you tell a green field, from a cold steel rail? A smile from a veil?

G C D
Do you think you can tell? Did they get you to trade, your heroes for ghosts?

Am G D
Hot ashes for trees? Hot air for a cool breeze? Cold comfort for change

C Am G
And did you exchange, a walk-on part in the war, for a lead role in a cage…

(guitar solo – repeat intro)

C D
How I wish, how I wish you were here

Am G D
We’re just two lost souls swimming in a fishbowl, year after year

C Am
Running over the same old ground, what have we found – the same old fears?

G
Wish you were here

–0–3———— ———3————

——–0–2–3— ——-2————–

—————— —–2—————-

—————— –0——————-

—————— ———————-

—————— ———————-





Cazuza e um pouco de História Geral

9 08 2007

A cifra desse fim de semana traz ao som de Cazuza um pouco de conhecimento histórico. Idade Média e sua transição para a Idade Moderna. Segundo a Wikipédia:

Transição da Idade Média para a Era Moderna

O fim da Idade Média está relacionado a grandes transformações como: a ascensão das monarquias nacionais européias, o início da recuperação demográfica e econômica após a Peste Negra, os Descobrimentos Marítimos, o movimento de redescoberta da cultura clássica, por volta do século XV, bem como a Reforma Protestante, começando em 1517.

Mas e hoje? Parece que estamos voltando a Idade Média. É o interessante da letra desta música do Cazuza, uma crítica a sociedade atual – a nova “Idade Média” onde de porre em porre não somente o autor, mas todo o mundo se despede com sua auto-destruição, desmatamento, queimadas, poluição e outros porres!

CAZUZA – Medieval II

Tom: B
Introd.: B4 / C#m7 / A(add9) / E

B A(add9)
Você me pede
B A(add9)
Pra ser mais moderno
B A(add9)
Que culpa que eu tenho
C#m7 A(add9) B
É só você que eu quero
A(add9)
Às vezes eu amo
B A(add9)
E construo castelos
B A(add9)
Às vezes eu amo tanto
C#m7
Que tiro férias
A(add9) B
E embarco num tour pro inferno
C#m A B
Será que eu sou medieval?
C#m A B
Baby, eu me acho um cara tão atual
F# A B
Na moda da nova Idade Média
F# A B
Na mídia da novidade média
Olha pra mim, me dê a mão
A(add9)
Depois um beijo
B
Em homenagem a toda
A(add9)
Distância e desejo
B
Mora em mim
A(add9)
Que eu deixo as portas sempre abertas
C#m7 A(add9)
Onde ninguém vai te atirar
B
As mãos vazias nem pedras
Eu acredito nas besteiras
A(add9)
Que eu leio no jornal
B
Eu acredito no meu lado
A(add9)
Português, sentimental
B A(add9)
Eu acredito em paixão e moinhos lindos
C#7m A(add9)
Mas a minha vida sempre brinca comigo
B C#m
De porre em porre, vai me desmentindo
C#m A B
Será que eu sou medieval?
C#m A B
Baby, eu me acho um cara tão atual
F# A B
Na moda da nova Idade Média
F# A B
Na mídia da novidade média





U2 e as conseqüências das guerras

20 07 2007

Ambição, Egoísmo, Guerras… Infelizmente se a humanidade inteira colocasse em prática o “amai vossos inimigos” ou “faça ao próximo o que querieis que vos fizessem” este pequeno planeta seria um paraíso. Um dia chegaremos lá, porém muitos ainda deverão sentir na própria pele o resultado de suas próprias ações para o próximo. Como toda ação existe reações – pessoas, cidades, governos e países inteiros deverão sentir ainda as reações de práticas de guerras do passado – e assim aprender a lei de Deus.

O grupo de rock U2 é sinônimo de pregação contra guerra. Que esta melodia possa transmitir muita energia de paz pelo mundo!

Música: STARING AT THE SUN – U2

Tom: Am
Intro: Am G F E Am G F E

Am G F E
Summer stretching on the grass summer dresses pass
Am G F E
In the shade of a willow tree creeps are crawling over me
Am G F E
Over me and over you stuck together with God’s glue
Am G
It’s going to get stickier too
F G
It’s been a long hot summer… let’s go undercover
F G
Don’t try to hard to think… don’t think at all
C Am
I’m not the only one staring at the sun
D F
Afraid of what you’d find if you took a look inside
C Am
Not just deaf and dumb I’m staring at the sun
D F
Not the only one who’s happy to go blind
Am G
There’s an insect in your ear
F E
If you scratch it won’t disappear
Am G
It’s gonna itch and burn and sting,
F E
Do you want to see what the scratching brings
Am G
Waves that leave me out of reach,
F E
Breaking on your back like a beach
Am G
Will you ever live in peace ?
F G
Cause those that can’t do… often have to
F G
And those that can’t do… often have to preach
C Am
To the ones staring at the sun
D F
Afraid of what you’ll find if you took a look inside
C Am
Not just deaf and dumb I’m staring at the sun
D F
I’m not the only one who’d rather go blind

Am G F G
Intransigence is all around military still in town
Am G Am G
Armour plated suits and ties daddy just won’t say goodbye
F E Am G
Referee won’t blow the whistle God is good but will He listen
Am G F Em
I’m nearly great but there’s something I’m missing
F G
I left in the… duty free
F G
You never really… belonged to me
C Am
You’re not the only one staring at the sun
D F
Afraid of you’d find if you stepped back inside
C Am
I’m not sucking my thumb I’m staring at the sun
D F
Not the only one who’s happy to go blind





Rod Stewart, morte e elevação espiritual

13 07 2007

Nunca tinha prestado atenção da letra desta linda música de Rod Stewart. Traduz a essência da alma ultrapassando todo o mundo material, elevando o pensamento, chamando e sendo ouvido por Deus para a verdadeira liberdade.

FREE!! – Livre. A morte é liberdade para o espírito, estaremos desligados do presídio do corpo físico e navegando em nossas consciências pelas nossas ações enquanto vivos neste planeta. Aos poucos nos lembramos de todas as nossas vidas passadas e das nossas ações nelas – nossa evolução espiritual. Em encontro com nossos guias e amigos maiores sentiremos remorso pelas coisas que não fizemos, tristeza pelo egoísmo e desperdício de tempo em futilidades; porém alegria pelas nossas dores e doenças quitadoras de dívidas e pelas nossas caridades feitas ao semelhante.

Assim estar livre é sofrer dores do corpo, é conviver com paciência e compreensão com pessoas difíceis, suportar situações inevitáveis e assim estarmos nos livrando de dívidas contraídas por nós mesmos no passado. Estar livre é praticar a caridade, amar ao próximo, educar com afinco e vontade, e assim estarmos crescendo espiritualmente… aumenta o som !

Cifra do Fim de Semana: Rod Stewart

Música: Sailing

Tom: C

C Am F C
1. I am sailing, I am sailing , home again cross the sea,
D Am Dm C – G
I am sailing stormy waters, to be near you, to be free.
C Am F C
2. I am flying, I am flying, like a bird cross the sky,
D Am Dm C – G
I am flying, passing high clouds, to be with you, to be free.
C Am
3. Can you hear me, can you hear me,
F C
through the dark night, far away,
D Am Dm C – G
I am dying, forever trying, to be with you, who can say.
C Am
4. Can you hear me, can you hear me,
F C
through the dark night, far away.
D Am Am C – G
I am dying, forever trying, to be with you, who can say.
C Am F C
5. We are sailing, we are sailing, home again, cross the sea,
D Am Dm C
we are sailing stormy waters, to be near you, to be free.
G Dm C
Oh, Lord, to be near you, to be free,
G Dm C
oh, my Lord, to be near you, to be free…….