JOÃO BATISTA, o último profeta de Jesus e também do Espiritismo.

10 04 2014

     O ultimo profeta para anunciar a vinda do Messias foi João Batista. Sua missão de profeta da vinda do Salvador até hoje é marcante. Mais que isso, Jesus claramente deixou registrada a questão da reencarnação sendo João Batista, o Elias num passado distante. E dessa forma João Batista torna-se parte da anunciação da vinda da Doutrina Espirita – o Consolador. Eu explico…

Pois mesmo com o anúncio da vinda da Codificação Espírita por Jesus, precisávamos de um registro de reencarnação nas escrituras. E o caso de João Batista – Elias é o registro, é a prova da existência da reencarnação documental.

Assim Jesus profetiza a vinda da Doutrina Espírita …

JOÃO 16,7 – “Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. “

JOÃO 15,23 – “Quando vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai procede, esse dará testemunho de mim;”

E com a vida de João Batista relata a positividade da reencarnação, uma das leis de mais resistência por parte de muitos. Vejamos abaixo.

A REENCARNAÇÃO NA BÍBLIA *

A identificação dos dois personagens como sendo o mesmo espírito está bem claro nas escrituras. O retorno de Elias foi anunciado pelo anjo Gabriel: “[…] o anjo disse-lhe: Não temas, Zacarias, porque foi ouvida a tua oração; e tua mulher Isabel te dará a luz um filho, e por-lhe-ás o nome de João. E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus; e irá adiante dele com o espírito e a virtude de Elias, a fim de reconduzir os corações dos pais para os filhos” (Lucas 1:13).

Outra passagem que assinala a identificação do profeta como sendo o próprio João Batista é quando os apóstolos Pedro, Tiago e João perguntaram a Jesus, após a Transfiguração, sobre a volta de Elias: “Por que, pois, os escribas dizem que é preciso que Elias venha antes? Mas Jesus lhes respondeu: é verdade que Elias deve vir e restabelecer todas as coisas; mas eu vos declaro que Elias já veio, e não o conheceram, mas trataram como lhes aprouve. É assim que eles farão sofrer o Filho do Homem. Então seus discípulos compreenderam que era de João Batista que lhes havia falado”. (Mateus 17:10)

Aqui se trata da reencarnação de Elias na figura de João, explicação esta vista pelos apóstolos com muita naturalidade, justamente por estarem familiarizados com a realidade da reencarnação e esta fazer parte de sua crença religiosa, o judaísmo.

As palavras de Jesus confirmam tal fato em Mateus, referindo-se a João como o próprio Elias (espírito): “E, desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus adquire-se à força, e os violentos arrebatam-no. Porque todos os profetas e a lei, até João, profetizaram. E, se vós o quereis compreender, ele mesmo é o Elias que há de vir. O que tem ouvidos para ouvir, ouça” (11:12).

Conclusão

Podemos verificar que Jesus na Bíblia deixa claro a vinda do Espiritismo e registra fatos que conciliam com as revelações por ela alcançadas, como lei da causa e efeito e a mais polêmica que é a reencarnação. Se bem que basta verificarmos nossas boas e más tendências desde o berço, para percebermos que tivemos vivências anteriores a esta vida. É bem lógico.

 LINKS……………………

http://www.febnet.org.br/wp-content/uploads/2012/06/Mod-2-Rot-3-Jo%C3%A3o-Batista-o-precursor1.pdf

http://entendendooespiritismo.blogspot.com.br/2009/04/joao-batista-o-precursor.html

* Parte extraído da Revista Cristã de Espiritismo, nº 24, páginas 48-52

 

 





Dinâmica da Vida – Importância da Evangelização Cristã

19 03 2014

roda

Essa última semana tive uma experiência nova, pois mais um ano se foi e alguns alunos com idade limite do Ciclo dirigiram-se para outra turma. Nesse momento um filme passa na cabeça do evangelizador, tudo o que passamos com aquelas crianças, as dificuldades, os esforços para que pudessem registrar os ensinamentos de Jesus. E por mais que tenhamos nos esforçado sempre fica um sentimento de querer mais, ensinar mais. Contudo agora a missão continua no Ciclo seguinte e a certeza do sucesso é canalizada para os alunos que ficaram.

Nesse momento um pensamento me veio para tentar mostrar as crianças que ficaram a importância daquela hora de estudo cristã. O tema atual era sobre a parábola da ovelha perdida, mas já tinha terminado a atividade alguns minutos antes. Foi o tempo necessário para fazer essa dinâmica improvisada na hora, mas que tenho certeza do bom resultado.

Dinâmica – Roda da Vida

Objetivo – Mostrar a importância da evangelização às crianças.

Material – Um cartão com algum ensinamento de Jesus. Pode estar preso a um pirulito ou lápis como lembrança.

Prática – O evangelizador dá a mão para uma criança e pede que ela faça o mesmo com as outras, uma dando as mãos às outras. Se tiver número suficiente de crianças – faça uma roda. Informe que elas terão que fazer tudo o que o evangelizador fizer, pois estarão representando situações da vida.

O evangelizador começa a rodar puxando levemente a criança começando a girar a roda na sala. Nesse momento informar as crianças que o giro é o tempo que está passando, a roda da vida nunca para, mesmo se estivermos parados em casa vendo TV, o tempo está passando.

Em seguida sorrimos para representar bons momentos da juventude.

Em seguida informamos que não estamos querendo estudar, e nesse momento o evangelizador começa a abaixar gradualmente até ficar andando ajoelhado no chão representando a ignorância. Logo depois informa que mudamos de ideia e começamos a estudar com vontade. Nesse momento começam a levantar novamente e seguindo girando.

Depois começa a abaixar novamente informando que não estamos querendo trabalhar. Quando ficar andando ajoelhado, informar que mudamos de ideia e procuramos uma atividade para trabalhar. Levantamos e continuamos andando na roda.

Nesse próximo momento o evangelizador fica olhando para o lado e para o outro informando que resolvemos ficar viajando e passeando na maioria dos fins de semana livres sem nos dedicarmos à caridade ao próximo. Começamos a rodar mais rápido informando que o tempo está sendo desperdiçado.

Num próximo momento ficamos tristes olhando para baixo e o evangelizador faz cara de tristeza andando agora bem lentamente. Informa às crianças que todos nós temos momentos tristes na vida. Seja uma perda, saudades, decepções… Relatar então que nesse momento devemos olhar para os ensinamentos da Evangelização. Lembrar que Jesus está sempre procurando a ovelha perdida, e temos sempre a disposição de nós a Casa Espírita que frequentamos para nos ajudar.

Nesse momento o evangelizador informa que está frequentando a evangelização da Casa Espírita e começa a sorrir novamente andando com alegria, pois o caminho de nossas vidas agora estão iluminados por Jesus.

Finalizando convidamos as crianças a cantar uma canção como agradecimento a nosso Pai Celeste.

————

Com essa atividade os alunos se aproximam mais dos evangelizadores e acabam percebendo a importância da conduta moral cristã e a importância da Evangelização Espírita, que será um apoio para toda sua vida.

Abaixo uma palestra sobre a Importância da Evangelização Espírita.