Enfoque Espiritual diante de um Doente Terminal

8 07 2010

Orações

Estar diante de um doente terminal é uma situação muito difícil para todos. Sendo membro da família torna-se mais difícil ainda pela grande emoção que cerca a todos.

O conhecimento do pós-morte para quem é Espírita e estuda a Doutrina Espírita certamente é um grande consolo ao explicar em detalhes que toda dor, sofrimento será benéfico para o Espírito. Obviamente contra a eutanásia, devemos ter a dor e o sofrimento como expiação e lapidação do espírito, como um verdadeiro salão de beleza preparatório para a libertação espiritual. No livro “Quem tem medo da morte” de Richard Simonetti temos um grande resumo de todas essas questões.

Contudo, como nós Espíritas devemos nos comportar e atuar diante de um doente terminal, principalmente se a pessoa não tiver conhecimento espiritual?

São questões que estão me cercando ultimamente por justamente estar vivenciando uma situação desse tipo. Por mais certeza que temos na fé raciocinada nos ensinamentos e relatos do plano espiritual a emoção da despedida próxima é grande.

O silêncio é profundo e muitas vezes um aperto de mão e um olhar presente pode significar muito mais que palavras.

É uma situação que me lembra muito o livro “Nosso Lar” onde o Espírito de André Luiz acaba de chegar ao plano espiritual após morte prematura. A escuridão inicial e um ambiente hostil será certamente o início espiritual de muitos! E diante dessa imagem gosto muito das palavras de Emmanuel em relação a fé na oração psicografando que “num ambiente escuro basta a chama de uma pequena vela para afastar a escuridão”.

Assim em momentos apropriados um incentivo moral de fé acredito ser bastante acolhedor ao paciente terminal como

“Onde quer que esteja pense em Deus, ore por Deus e ele virá!”

“Basta uma chama de uma vela para afastar a escuridão ! E essa vela é seu pensamento em oração e fé em Deus!”

Com o paciente terminal com a memória e capacidade mental boa certamente ouvi-lo e estar por perto já pode ser uma grande caridade e ajuda.

E unida a palavras de incentivo e fé, caso questionados podemos revelar mais informações das revelações espíritas caso seja o caso, com bastante cautela para não apresentar outro tipo de interpretação.

Como aquela criança que irá para o seu primeiro dia de aula sozinha – o paciente terminal apresenta muitas dúvidas sobre para onde está indo. E toda dúvida é produtora do medo que certamente atormenta e afeta o psicológico. Depressão é fácil acontecimento.

Por isso a pessoa que acompanha o doente terminal deve ser geradora de fé, certeza e confiança em Deus para irradiar esse sentimento. E todos devemos nos esforçar para que a todo minuto de despedida em vida – seja baseada em sentimentos de confiança e fé calcada na certeza da vida após morte independente do conhecimento que o doente possua.

Irradiemos nossa certeza na vida futura para ele. Oremos ao espírito protetor e aos benfeitores espirituais que irão atende-lo com nossa certeza Espírita. Sejamos sinceros com a fé raciocinada que nossa verdadeira vida está no plano espiritual. Vibremos fé, amor e carinho não apenas para o paciente, mas também para aqueles que estão o acompanhando dia e noite em plantão, muitas vezes apenas pelo verdadeiro amor.

Um dia todos estaremos lá.

Anúncios




Fãs de Filmes de Terror – Sobre a morte e alguns downloads.

25 04 2010

Muitas pessoas, na garantia do conforto do lar, são fãs de filmes de terror, daqueles de deixar a pessoa impressionada por muitos dias, ou até a vida toda com uma determinada ação de um terrível mostro, serial killer, profecia ou algo parecido, visto em um desses tipo de filmes.

Dessa forma criam um banco de dados na memória mental com histórias e imagens. Cada novo filme traz efeitos mais impressionantes com a evolução dos efeitos especiais, sem falar dos efeitos de 3 D que surgem no momento.

Convém ressaltar que um dia todos nós morreremos. E não existe nenhuma aula ou curso no currículo escolar que ensine e detalhe o que espera por nós após nossa morte. Somos todos muito mal educados nesse quesito.

Desconhecem assim que já vivemos num verdadeiro mundo de terror e necessitaremos de uma mente limpa e determinada na busca da moral para passarmos por ele sem muitos problemas.

Estamos de passagem. Por mais que pareça eterna, essa passagem em vida material é como uma vela consumindo a cada segundo que passa. E poucos tem a coragem de buscar a fundo o que é a morte e o que acontece depois dela.

Perdem horas diárias vendo filmes, seriados e novelas sobre a vida alheia, mas quando é a busca pelo conhecimento após a morte, alguns tem medo, falta conhecimento ou mesmo simplesmente não pensam no assunto – “ainda vamos demorar muito pra morrer”…. – como verdadeiros Deuses deixam o estudo do pós morte um depois ilusório.

Assim para quem não tem o conhecimento e não sabe onde procurar – explico: Somos todos espíritos presos a um corpo e devemos procurar estudar essa ciência – O Espiritismo.

Muitos cépticos perguntas, mas isso não é religião…

O Espiritismo é a ciência dos Espíritos.

Sua doutrina foi codificada em Paris por método científico de observação, repetição e constatação. Com metodologia consistente, pode-se resumir que perguntas eram feitas ao Espírito da Verdade¹ por intermédio de vários médiuns² diferentes em cidades distintas sobre o mesmo assunto. As respostas eram cruzadas e por fim catalogadas e organizadas no primeiro livro da obra Espírita “O Livro dos Espíritos“.

Contudo todo o conhecimento inicial produzido nessa obra se tornou tamanho que possui conseqüências filosóficas e religiosas.

Portanto essa Doutrina detalha e explica quem realmente nós somos, de onde vimos e para onde vamos.

O próprio Chico Xavier nos veio para melhor instruir e libertar o Espiritismo do preconceito que sempre existiu. O Espiritismo e os espíritas são confundidos com cartomancia, videntes, adivinhações, candomble,…

Espiritismo é Espiritismo, sua obra de base foi codificada e organizada por Allan Kardec.

A advertência que gostaria de levar seria primeiramente a necessidade de nos intruirmos sobre a nossa vida, e como será após a morte. No link abaixo pode-se baixar a codificação Espírita para leitura.

http://www.feees.org.br/?q=node/10

A outra seria aos filmes de terror. Existem relatos de pessoas que morreram que entraram em verdadeiro transe espiritual devido ao medo. Sentimentos de estarem sendo perseguidas por mostros e seres que estavam em suas mentes (por terem vistos filmes impressionantes) fazem que o espírito após a morte entre em desespero bloqueando todo amparo dos amigos espirituais e literalmente vivendo no mundo dos espíritos um verdadeiro filme de terror  criado em suas próprias mentes.
Então, quem gosta de ver filmes de terror, inicie desde já o estudo da vida após a morte, inteire-se dos relatos existentes pela Revista Espírita por exemplo, para que assim consiga fortalecer sua mente e prepará-la devidamente para a transição. Em muitos momentos vamos precisar de força psicológica e muita fé para que possamos nos ajudar e assim criar meios de sermos ajudados.

Deixo portanto alguns pontos em resumo formando um pequeno roteiro que poderiam ter vindo de algum filme de terror, mas que foram elaborados através de muitos estudos e informações vinda dos espíritos:

1) Suicídio é a pior morte. O Espírito suicida irá sofrer e “viver” no plano espiritual juntamente com outros suicidas sentindo e vendo tudo o que está sofrendo no ato de sua morte, e ainda presenciando os outros no mesmo estado pelo tempo que ainda teria de vida. Se conhece alguém ore por ele, ajuda bastante.
2) Ligação as coisas materiais. Desprenda-se do carro, da casa, das roupas, do dinheiro, tudo é material e ficar preso a essas coisas certamente irá prejudicá-lo em muito. Muitos espíritos moram em cofres por séculos.
3) Vaidade excessiva. Alguns espíritos ao morrerem por se apegarem demais ao corpo físico, ficam travados ali no corpo morto, bloqueando a ajuda e sofrendo a terrível visão do corpo sendo devorado. Cuide do corpo, é a morada de seu espírito, mas não seja obsessivo na beleza e vaidade.
4) Fazedores do mal. Quem produz o mal, comete crimes e maltrata as pessoas terá no plano espiritual muitas más companhias para lhe atormentar e cobrar. Sem falar no sentimento de arrependimento e nas reações que terá de quitar e sofrer na próxima vida. (lei da ação e reação – ação negativa produz reação negativa contra sí próprio no futuro)

Dessa forma muitos filmes de terror são construídos nessa vida por pura ignorância. Devemos ter urgência no contato com a Obra Espírita sem compromisso, independente de religião para uma avaliação séria e na pior das hipóteses – conseguir um conhecimento básico para a volta ao mundo espiritual.
Abaixo deixo alguns links das obras espíritas, livros do Chico Xavier, Revistas, etc. Ressalto que nas livrarias espíritas ou não as obras espíritas geralmente possuem valores bastante acessíveis.

http://www.feees.org.br/?q=node/10

http://www.espirito.org.br/portal/download/pdf/index.html

Atitudes para ter uma boa passagem para o mundo espiritual:

1) Faça o bem ao próximo;

2) Cuide de sí mesmo – de sua saúde;

3) Fuja de todo tipo de excessos;

4) Perdoe incondicionalmente;

5) E o que já foi feito de errado? Não importa, comece agora e faça o bem em dobro para compensar.

Assim acabamos com essas recomendações nos encontrando diretamente com a Religião e com os conselhos de Jesus… Ciência, Filosofia e Religião se completam perfeitamente na Obra Espírita.

Bons estudos.

Abaixo uma entrevista de Divaldo Franco do programa de Ana Maria Braga da Rede Globo sobre a passagem para o mundo espiritual.





Gripe Suína, das aves e outras Pandemias. O que realmente devemos saber urgênte!

4 08 2009

O PLANETA ATUAL

O mundo atual e sua produção em larga escala de um tipo de produto vegetal e animal somente (monocultura) aliado ao desmatamento certamente está criando um cenário pavoroso que tende a piorar cada vez mais nesse planeta. Ninguém mais consegue plantar sem usar defensivos agrícolas danosos para todos. Poucos conseguem criar animais sem vacinas em larga escala e um alto controle veterinário.

E agora as conseqüências da ganância do homem chega a ele próprio. O inicio das reações de décadas de danos ao meio ambiente começa a sua colheita. E mesmo que o homem parasse agora com toda a poluição e desmatamento ainda sim teríamos que sofrer com essas reações, pois o início delas ocorreram desde a revolução industrial.

TODA AÇÃO POSSUI REAÇÕES

Foram mais de 700 mortos pela gripe suína no mundo, quando ainda estavam fazendo uma contagem séria, e a tendência é ainda mais tenebrosa. Infelizmente o futuro da humanidade é de muito mais sofrimento e mortes. Não precisa ser adivinho para saber o que vêm por ai. Basta usar a lógica matemática. Enquanto estiverem produzindo e desmatando irracionalmente, enquanto existirem “depósitos” de milhões de animais de uma mesma raça aglomerados sendo “cevados por hormônios” para alimento humano, doenças e mais doenças surgirão para o homem – que fica sempre a um passo atrás da solução – correndo atrás de remédios químicos depois de centenas de mortes a cada pandemia.

Solução? Inúmeras. Contudo enquanto o egoísmo ainda estiver acima de tudo estamos longe do fim.

O QUE DEVEMOS SABER URGENTE ?

A educação ambiental, higiene pessoal, alimentação sadia, hábitos saudáveis, na busca de um sistema imunológico forte, tudo é essencial. Contudo o mais urgente não é nada agradável para muitos, por simples medo. Devemos saber o que somos, de onde vimos e para onde vamos. Enfim, devemos estudar de modo científico a vida e principalmente a morte.

Pelo mundo que estamos vivenciando certamente devemos ter mais conhecimento sobre nossa existência nesse planeta. Desde antes do nascimento até depois da morte. E a Doutrina Espírita nos livros publicados que formam sua obra são bases fundamentadas em pesquisas científicas sobre esse assunto. É uma obra onde todos, de todas as filosofias e religiões devem buscar estudar e reavaliar seus paradigmas.

Quem não conheçe o Chico Xavier, uma pessoa humilde, com quarta séria primária, onde através de psicografias publicou mais de 400 livros . Desde poesias até explicações detalhadas de como é a vida no mundo espiritual.

Antes de mais nada devemos afastar o aspecto temível da morte. Existem pessoas que transferem o assunto para um futuro remoto. Contudo devemos ter a certeza de que todos morreremos um dia. Isso já é motivo bastante para estudarmos o assunto.

Três obras são de grande importância para que possamos tomar ciência de como é o processo da morte num primeiro momento:

“Livro dos Espíritos”, Allan Kardec – A obra principal da codificação do Espiritismo. Capitulo III iniciando com a pergunta 149.

“Quem tem medo da morte”, Richard Simonetti – De forma simples, objetiva, e didática Simonetti nos revela todos os segredos da morte baseado em estudos da Doutrina Espírita.

“Ninguém Morre”. Francisco Cândido Xavier – Relatos reais de mensagens de pessoas que morreram para seus familiares recebido por psicografia de Chico Xavier.

As sínteses geram grande risco de dúvidas e contestações por justamente faltar maiores detalhes. Contudo mesmo com esse risco deixo aqui alguns pontos que devemos refletir:

  • Somos espíritos eternos. Já existíamos antes de nascer e ao morrer nosso espírito continua vivo, porém sem estar preso a um corpo físico.
  • A morada definitiva dos espíritos situa-se no Plano Espiritual. A vida num corpo físico é um momento transitório evolutivo.
  • Tudo que fizermos enquanto encarnados irá produzir reações contra nós mesmos. Boas atitudes geram boas reações. Más ações igualmente sofrimentos teremos no futuro espiritual e inclusive numa próxima vida. Com ferro fere com ferro será ferido, assim se gera carmas…
  • Nosso Pai Celeste é puro amor igualmente para todos nós. Todos os nossos sofrimentos, de nascença ou não são devidos a atitudes nossas em vidas passadas, e não por maldade dos Deuses.
  • A reencarnação é deduzida pelos sofrimentos que nos acontecem, pois são reações de atitudes indevidas nossas em vidas passadas; e também deduzida pelas nossas boas e más tendências, que são reflexos de vivências nossas em vidas anteriores. Quem não viu aquele garoto de 3 anos tocando piano clássico? Certamente foi um grande músico em vida anterior.
  • Quanto mais conhecimento dessas realidades, mais fácil será o passagem para o plano espiritual, pois todo conhecimento afasta o medo.
  • A pior morte de todas é o suicídio, onde o espírito irá continuar a receber todas as sensações e dores de sua morte até sua energia vital findar, indo para uma zona obscura. Orações em favor deles ajudam muito.
  • Ao nascermos, passamos por um processo de esquecimento de todas as vidas anteriores para que possamos ter o mérito de passar por essa curta vida material produzindo boas ações.
  • Ao morrermos, aos poucos nos lembramos de todas as nossas vidas anteriores e do que inicialmente idealizávamos fazer enquanto num corpo físico. Grandes decepções surgem desse momento. Devemos estar preparados para acertar aos poucos.
  • Quem conhece a obra de Francisco Cândido Xavier, o Chico, certamente sabe que a vida após a morte existe. Fica o convite para conhecer um pouco da obra.
  • Ao morrermos, muitos ainda pensam que estão vivos, pois a energia de nosso espírito, o perispírito, toma forma de nossa última encarnação. Assim devemos ter o hábito de orar, pois todos temos um espírito protetor – um “anjo da guarda”.
  • Criou muitas dúvidas ainda? Quer acabar com o medo da morte e se preparar para quando chegar esse momento? Fica o convite para o estudo da Doutrina Espírita. Download da obra básica da codificação nos links ao lado e abaixo alguns vídeos interessantes:

Livro dos Espíritos:

Chico Xavier:

Richard Simonetti

Mensagem de Dr. Bezerra de Menezes:

“Cristãos decididos
…Estamos sendo convocados pelos Espíritos nobres para ser os lábios pelos quais a palavra de Jesus chegue aos corações empedernidos.
Estamos sendo convocados para ser os braços do Mestre, que afaguem, que se alonguem na direção dos mais aflitos, dos combalidos, dos enfraquecidos na luta.
Estamos colocados na postura do bom samaritano, a fim de podermos ser aquele que socorra o caído na estrada de Jericó da atualidade.
Nunca houve na história da sociedade terrena tantas conquistas de natureza intelectual e tecnológica!
Nunca houve tanta demonstração de humanismo, de solidariedade, tanta luta pelos direitos humanos!
É necessário, agora, que os cristãos decididos arregacem as mangas e ajam em nome de Jesus.
Em qualquer circunstância, que se interroguem: – em meu lugar que faria Jesus?
E, faça-o, conforme o amoroso Companheiro dos que não têm companheiros, faria.
Filhos da alma!
Estamos saturados de tecnologia de ponta, graças, à qual, as imagens viajam no mundo quase com a velocidade do pensamento, e a dor galopa desesperada o dorso da humanidade em desalinho.
O Espiritismo veio como Consolador para erradicar as causas das lágrimas.
Sois os herdeiros do Evangelho dos primeiros dias, vivenciando-o à última hora.
Estais convidados a impregnar o mundo com ternura, utilizando-vos da compaixão.
Periodicamente, neste planeta de provas e expiações, as mentes em desalinho vitalizam microorganismos viróticos que dão lugar a pandemias  destruidoras.
Recordemo-nos das pestes que assolaram o mundo: a peste negra, a peste bubônica, as gripes espanhola, a asiática e a deste momento de preocupações, porque as mentes dominadas pelo ódio, pelo ressentimento, geram fatores propiciatórios à manifestação de pandemias desta e de outra natureza.
Só o amor, meus filhos, possui o antídoto para anular esses terríveis e devastadores acontecimentos, desses flagelos que fazem parte da necessidade da evolução.
Sede vós aquele que ama.
Sede vós, cada um de vós, aquele que instaura o Reino de Deus no coração e dilata-o em direção da família, do lugar de trabalho, de toda a sociedade.
Não postergueis o dever de servir para amanhã, para mais tarde.
Fazei o bem hoje, agora, onde quer que se faça necessário.
As mães afro-descendentes, as mães de todas as raças, em um coro uníssono, sob o apoio da Mãe Santíssima, oram pela transformação da Terra em Mundo de Regeneração.
Sede-lhes filhos dóceis à sua voz quão dócil foi o Crucificado Galileu que, ao despedir-se da Terra, elegeu-a mãe do evangelista do amor, por extensão, a Mãe Sublime da Humanidade.
Muita paz, meus filhos.
Que o Senhor de bênçãos nos abençoe.
O servidor humílimo e paternal de sempre,
Bezerra”

(Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, ao final da conferência pública em torno da maternidade, realizada no Grupo Espírita André Luiz, no Rio de Janeiro, na noite de 13 de agosto de 2009.)