Demo, Diabo, Maligno, Capeta… não, o novo nome se chama “Licitação” !

21 01 2018

Talvez um dos maiores instrumentos de destruição dos homens na era moderna seja a “Licitação”.

“Licitação é o procedimento administrativo formal para contratação de serviços ou aquisição de produtos pelos entes da Administração Pública direta ou indireta. No Brasil, para licitações por entidades que façam uso da verba pública, o processo é regulado pelas leis 8.666/93 e 10.520/02 . Há, ainda, outras legislações complementares que também regulam os certames, como a Lei nº 12.462/2011 – Regime Diferenciado de Contratações Públicas e o Decreto nº 5.450/2005 – Forma eletrônica do pregão .” Wikipedia.

É através desse instrumento, onde deveria ser um ato público de busca pela melhor oferta, que a maior parte da corrupção destruidora engole milhares de reais de dinheiro dos contribuintes, dinheiro necessário para evitar mortes nas unidades de Saúde, para instruir milhões de irmãos, para construir uma sociedade com mais acesso a educação, saúde, cultura e bem estar social.

Infelizmente muitos irmãos desinformados só pensam no aqui e agora, e o fomento do egoísmo provoca esse grande mal não apenas para toda sociedade, mas principalmente para quem é beneficiado por tal furto!

Na Doutrina Espírita, sabemos que somos um espírito imortal. A vida corporal acaba, mas a espiritual continua pela eternidade. Além disso, aprendemos que toda ação gera reações futuras sobre nós mesmos. Todo efeito atual tem uma causa do passado. Tudo o que ligar aqui na Terra, também continuará ligado lá no Céu.

Quando sofremos agora, estamos resgatando e quitando ações errôneas que provocamos no passado. Não é tão ruim assim, se estendermos que estamos alcançando nosso verdadeiro perdão com tal situação.

Contudo, quando se pratica um ilício, apesar dos benefícios imediatos, da riqueza e poder, tal ato é muito pior, pois o indivíduo estará plantando terríveis situações de sofrimento para si mesmo no futuro. A semeadura é livre, tando para o bem quanto para o mal, contudo a colheita é obrigatória – de acordo com o que foi plantado. Isso é uma Lei da natureza e tal Lei está de acordo com nossa vida, pois toda causa tem um efeito.

Numa Licitação, já é comum no Brasil as empresas combinarem valores, dividir com políticos e envolvidos, sendo recursos necessários para operacionalizar um Governo, pois grande parte do Legislativo exige algo em troca para aprovar uma Lei, como cansamos de assistir descaradamente nos noticiários. Sindicados são comprados, Meios de Comunicação são patrocinados formando uma grande corrente de Corrupção Sistêmica e Diabólica, pois todos os envolvidos estão cultivando agora sementes das piores espécies, sementes de muito sofrimento para si próprios, na medida que criam o sofrimento de milhões de pessoas e contribuintes.

Destarte, mais triste do que ver algum sofrendo na miséria completa ou com doenças terríveis – é verificar que muitas pessoas estão agora mesmo contraindo e chamando para si o mesmo destino de sofrimento, dor e miséria ou ainda pior para a próxima vida. Nada é por acaso ! Não seria justo, uns nascer na miséria, com deformidades e doenças enquanto outros nascem em berço de ouro.

Espero que um dias as pessoas possam entender a nossa grandiosidade eterna de nós mesmos e as consequências de nossos próprios atos para nossa felicidade futura.

Muitas dúvidas surgirão e  muitas respostas estão prontas, basta instruirmos na Doutrina Espírita, a terceira revelação.

Abaixo, dois vídeos muito interessantes sobre o assunto.

1

2

Anúncios




Qual o seu desejo central de vida? Controle o seu destino conhecendo a si mesmo.

17 01 2018

Uma das grandes missões das filosofias e religiões é justamente a promoção de uma melhora íntima para melhor. E não seria diferente na Doutrina Espírita: Nessa palestra do Sr. Haroldo Dutra Dias temos uma preciosa lição da importância do autoconhecimento para tomarmos controle de nós mesmos.

Todos os espíritos desinformados que tentem a nos prejudicar, o fazem através de nosso desejo central. Quem possui um desejo central materialista, ou no campo das sensações, pode ter certeza que é um alvo fácil para os espíritos levianos.

Após assistir o vídeo abaixo, verifica-se a grande necessidade de vigilância íntima e também de mudança de valores. Onde está o seu tesouro, também está o seu coração. Assim buscamos elevar nossos objetivos de vida, e focar o nosso desejo central de vida em algo construtivo para toda a sociedade.

Quando isso acontece, quando nosso coração está focado na caridade ou nas construções positivas da vida, nenhum espírito ignorante consegue nos atingir, e verdadeiramente passamos a controlar nosso destino.

Vamos !





O poder do abraço neste momento de transição !

7 01 2018

Não pude deixar de relatar esse vídeo do Divaldo Franco, primeiro por deixar uma mensagem linda do amor ao próximo, além de ser divertida e deixar aquela sensação de motivação para o trabalho, que todos precisamos para começar o ano com mais vontade de ajudar ao próximo, e consequentemente de ajudar a nós mesmos.

Percebemos facilmente que a disciplina e o sacrifício cobram o justo imposto devida à iluminação espiritual que almejamos nas atividades do bem. Obviamente que toda plantação exige esforço, disciplina, coragem, garra e persistência, mesmo diante de resultados perdidos, muito comum após tempestades que não controlamos. Caso contrário, as palavras de amor de Jesus serão sufocadas e a plantação fica infrutífera sufocadas pelas pragas e espinhos.

A paz no mundo está em nossas mãos, a felicidade e a paz é uma construção puramente individual, contudo necessitamos para essa obra pessoal – a convivência e interação com outras pessoas. O Centro Espírita promove tudo isso, oferece participação para caridade a pessoas necessitadas, convívio com outras pessoas, estudos sistemáticos para refletirmos sobre nossas atitudes – basta ir, frequentar, e mesmo assim diante dos enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, deixamos de dar frutos.

Que esse vídeo possa nos motivar a nunca desistir de nós mesmos.


Referências:
– Emmanuel – Vinha de Luz – Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
– Bíblia – Marcos 4:1

https://joanadarc.wordpress.com/2012/03/20/como-e-o-centro-espirita/





Crise e Conflitos Conjugais – Os melhores videos para ajudar nos esclarecimentos !

4 01 2018

Quem nunca passou ou passa por problemas de relacionamento com o seu parceiro(a)? Antes de mais nada, assista os vídeos abaixo, reflita, faça resumos, esquemas, apontamentos e depois agende uma hora para dialogar com a sua cara metade. Resolva o caso e não deixe dúvidas. Abaixo os meus apontamentos:

O relacionamento é uma cumplicidade de vida em comum, de convívio, de amizade e união. Contudo devemos administrar a liberdade que cada indivíduo possui de ir e vir, de estar em um local onde o parceiro não gostaria de estar. Casamento não é prisão. Entretanto, o vínculo afetivo deve ser blindado pelo respeito e confiança.

A consciência deve estar em paz, pois “A culpa sem sai da névoa e nos fala baixinho: você fez.”

Assim no relacionamento em crise, tais bases devem estar claras, os parceiros devem saber os limites da liberdade com o respeito, da individualidade saudável contra o egoísmo tirano, de entender que em alguns momentos deve ceder e dar um tempo para a individualidade do próximo, mas sem abandono e descaso na rotina diária, pois amar é dar atenção, compreender as falhas e defeitos e se colocar no lugar do próximo.

 





O que eu vou fazer quando me tornar idoso !

2 10 2017

O jovem geralmente não pensa na velhice. O tempo parece demorar muito para passar. Mas na realidade, de dez em dez anos, o tempo passa. E quando a velhice chega, parece pegar de surpresa muitas pessoas. Principalmente, quando há uma privação, dor ou alguma doença começa a bater a porta. E nesse momento pode ser tarde demais.

Além do especto físico, ainda há a questão financeira. A falta de planejamento nos últimos 30 anos pode ocasionar um quadro de privações econômicas terríveis, criando impossibilidades e dependência que certamente trará muito sofrimento.

Não podemos ainda esquecer, o lado espiritual ou religioso. A falta de participação, estudo, reflexões durante a juventude, além de influenciar negativamente a velhice, ainda cria a falta de vínculos participativos para o idoso, quando o mesmo possui mais tempo de sobra. Ou seja, a falta de participação não criou a rotina necessária, e agora é mais difícil começar.

Mas nada é impossível.

Pensando nisso venho escrever aqui, o que faria, qual o meu planejamento para a aposentadoria, desde antes, agora e depois.

Planejamento Financeiro:

1) Pagar o INSS, mesmo como autônomo para pelo menos garantir um salário mínimo.
2) Depositar 5 % do salário durante 20 anos o Tesouro Direto ou abrir um previdência privada (nesse último casa necessitaria de mais tempo guardando);
3) Estudar e aplicar na Bovespa (Bolsa de Valores) com uma carteira de longo prazo e ainda faturar um extra com mais 5% do salário durante 20 anos.
4) Se tivesse condições, comprar imóveis para alugar.
5) Aprender novos ofícios durante a vida, principalmente trabalhos manuais.

Ao chegar na velhice, certamente teria aposentadorias oficiais, seja pelo INSS, ou RPPA, além de poder fazer retiradas mensais das aplicações financeiras no Tesouro Direto, ou previdência privada para complementar a receita mensal.
Caso tivesse algum imóvel, o aluguel seria outra receita a computar, mas não dependeria apenas dele.
Com os investimentos na Bovespa, também poderia fazer retiradas mensais e ainda me ocupar com aplicações de mais riscos na velhice. Seria uma atividade profissional, que poderia exercer pelo resto da vida.
No campo ainda do labor, além da Bolsa de Valores, poderia me dedicar estudar e escrever livros técnicos, blogs e literatura infantil, ainda me dedicaria a alguma atividade manual, no meu caso a marcenaria de pequenos objetos personalizados e únicos. Mas poderia ser outro qualquer, até mesmo na cozinha, corte de cabelo, mecânica de veículos, instrumento musical – as possibilidade são infinitas. Se a situação apertar, ainda poderia tentar criar renda nessas atividades.

Planejamento Filosófico e Religioso:

1) Pesquisar dentre as religiões e filosofia a que mais me agrade.
2) Participar da rotina de estudos e aplicação de seus benefícios na juventude para intensivar a participação após a aposentadoria.

Ao chegar na mais idade, além de participar efetivamente, principalmente no ensinamento dos mais jovens ou evangelização e a pessoas necessitadas. Faria também viagens e participaria dos eventos e encontros nas mais diversas regiões do Brasil e exterior. Afinal, o que vale, são os tesouros que estão no Céu que são construídos com nossa dedicação ao próximo.

Planejamento Físico:

1) Durante a vida, aprender uma arte marcial, um esporte de bola, e natação.
2) Após 45 anos começaria a fazer musculação por todo o resto do meu tempo.
3) Quando a saúde apertar, fazer ioga e tai chi chuan.
4) Acordar cedo e fazer meditação ao sol todos os dias, preferencialmente ao redor de plantas, por 30 minutos.
5) Visitaria um Orto, ou local com bastante vegetação natural, ou ainda uma praia mensalmente, para recarregar os fluidos vitais.
6) Cultivar plantas e ter uma criação de algum tipo de animal pequeno, coelho, ramister, talvez cachorro, se tiver condições.

No meu caso, aprendi jiu-jitsu, basquete e pratiquei natação por alguns anos. Todos esses três esportes podem ser praticados na velhice, acompanhados de um fortalecimento pela musculação diária e mais alguns cuidados para não querer fazer o que faria quando jovem. Novos tempos, novas técnicas.

Planejamento Social

1) Aprender durante a vida a tocar alguns instrumento musical;
2) Cultivar laços com as pessoas, familiares e amigos – estudos apontam que “somos a média das cinco pessoas mais próximas que convivemos”. E assim, ainda podemos ser uma dessas cinco pessoas importantes para muitos.
3) Encontros sociais com algum fim – uma banda musical, jogos, hobbies, dança, canto, poesias, etc.
4) Participar frequentemente de shows e eventos culturais.
5) Fazer cursos rotineiros que envolvam pessoas, curso de inglês ou outra língua, palestras e eventos.
6) Participar da política da Cidade, ser um vigilante ou colaborador da vida política.

Na idade maior, obviamente que o cansaço, desânimo e tendência a procrastinação é maior. Mas as rotinas dos planejamentos acima irão garantir uma melhor qualidade de vida incrementando as possibilidades para o planejamento social. As perdas surgem pelo tempo. Amigos e parentes que não caminham mais neste mesmo plano não devem ser impedimento para estacionar no tempo e espaço. Obviamente que momentos difíceis surgirão, pois fazem parte da vida!  O importante contudo, é começar a girar a roda da vida a nosso favor, com planejamento e uma rotina de vida útil. E nunca é tarde, pois nosso espírito é eterno. O mais difícil é começar, depois que a “roda” começa a andar, tudo fica mais fácil.

A rotina desde jovem em atividades sociais é um facilitador de garantia de que nunca estaremos sozinhos no futuro, seja pela frequência a uma religião, ou encontro semanal com amigos e familiares, qualquer tipo de evento feito com sistematicidade é ferramenta contra a solidão, e consequente melhora do bem estar e qualidade de vida.

Planejamento Espiritual

As privações no destino muitas vezes são consequências de nossos excessos no passado. Agora, com o resgate dessas intemperanças, se ocorrer, certamente toda rotina descrita acima irá ajudar na superação das dificuldades físicas. Obviamente que o tempo e a energia termina, não há solução. Apesar de ser um novo começo, a despedida da vida pode parecer algo terrível, mas na realidade é o prêmio dos bons que fizeram o bem. Contudo, dificilmente alguém só fez o bem nessa vida. Mas para isso, ainda assim, podemos tentar agora mesmo buscar planejar nosso futuro espiritual e reverter a situação para o nosso lado – criando um futuro melhor: Basta dedicar um tempinho de nossas vida no auxílio do próximo, através do apoio religioso muitas possibilidades de caridade são ofertadas, ou ainda no site abaixo, indica 20 sugestões de ajudar as pessoas:

http://estadozen.com/artigos/20-maneiras-ajudar-alguem-hoje

Dessa forma, está aqui, meu planejamento. E o seu ?





Como eliminar mofo no armário ! Resumão.

2 08 2017

Infelizmente me deparei com um tremendo mau cheiro vindo do armário. Anteriormente uma roupa foi destruída por traças ! Já era o indício e eu não acreditava que isso estava acontecendo comigo. No mundo moderno onde temos pouco espaço os armários geralmente são bem cheios, acima da capacidade de ventilação…

Logo em seguida descobrimos a origem de todos os problemas, do outro lado da parede do armário tinha um banheiro, e analisando bem, percebi um pequeno vazamento em um dos azulejos! Pronto o caos estava tomado. Por um lado aliviei por descobrir a origem do problema no armário, contudo um quebra-quebra iminente e muita poeira estava por vir…

Mas um aprendizado: Quando tiver um vazamento no azulejo do banheiro geralmente o problema é na junção da torneira ou na conexão do tubo do chuveiro. Mais uma: 80 % de chance de ser na segunda hipótese.

Infelizmente começamos a quebrar na junção da torneira e verificamos que estava tudo ok. Partimos para a junção do chuveiro, verificamos que era de plástico e pimba: havia uma rachadura. Trocou a peça e resolvido.

Agora o tratamento do armário:

Muitos artigos na internet sobre o assunto! Verifiquei que muitos copiam dos outros só para tentar ganhar um dinheirinho com propaganda, infelizmente essa ganancia está dificultando o encontro de boas informações ! Muitos blogs, sites clonados um dos outros. Nada de novo. Por isso resolvi aqui unificar todas as melhores informações sérias em um único e singelo artigo.

Segue roteiro para acabar com o mofo do armário:

  1. Acabe com a origem do problema. Procure vazamentos nas paredes vizinhas, e até mesmo nas paredes do teto, alguma infiltração. Solucione ! Se esse primeiro passo não for feito nada irá resolver o seu problema.
  2. Roupas: Retire todas do armário para limpeza. Lave por precaução. Mas caso o mofo e bolor esteja na roupa, ferva a roupa em água com bicarbonato de sódio colocando 2 colheres de chá de bicarbonato para 1 litro de água. Tenha cuidado pois alguns tecidos não suportam altas temperaturas, verifique na etiqueta da roupa! Depois que a mancha sumir pode lavar normalmente na máquina ou à mão.
  3. Armário: Limpe tudo com vinagre ! Terá que repetir essa limpeza com frequência mensal inicialmente. Nesse quesito todos os blogs e sites são unanimes na sua eficiência. Pode ferver o vinagre e deixar num vaso com boca larga agindo no armário fechado por no mínimo de uma hora para penetrar melhor.
  4. Um aspecto interessante em armários embutidos seria usar antes de colocá-lo um forro de isopor na parede ou algum tipo de revestimento próprio para isso.
  5. Consiga um medidor de umidade e coloque no quarto. Se o mesmo ultrapassar 70 % não vai adiantar ficar colocando pacotinho de giz, carvão ou outro tipo de material, pois ao abrir a porta do armário o umidade entra e não há mágica que consiga manter  o mesmo com baixa umidade. Nesses ambientes hostis a solução é organização: colocar pouca roupa no armário, evitar empilhar as roupas, procurar revesar os locais e manter cabides afastados um pouco um dos outros. Gavetas forre com plástico. Roupas dentro de plásticos individuais. Roupas que não se usam com frequência coloque em caixas e tire do armário. Mantenha no armário o que realmente gira. Nem precisa falar: o que não usa, doe a quem precisa.
  6. Em ambientes após correção de vazamentos, a parede geralmente continua úmida. Deixe o armário vazio até que a umidade saia totalmente. Abra todas as janelas, dia e noite por no mínimo uma semana. No inverno pode ser pior o tempo para secar.
  7. Uma dica que funciona muito bem para prevenir o mofo é durante a noite, ao ligar o ar condicionado ou o aquecedor, manter as portas abertas dos armários, pois tanto um quanto o outro retiram a umidade do ar com muita eficiência.
  8. E em casos pós-conserto de vazamentos, durante o dia, pode deixar as janelas abertas e durante a noite após limpar com vinagre – ligar o ar condicionado na temperatura mínima. Se tiver um medidor de umidade pode reparar que a medição pode cair até 40 % ou mais.  Após essa rotina é importante limpar as telas do ar condicionado. Certifique-se de utilizar filtros HEPA e trocá-los com regularidade.
  9. Para armários de madeira, uma boa opção é após a limpeza, lixá-los já sem umidade e utilizar verniz antifungo em todo o armário, espere secar e passe outra camada.

Links Consultados

https://www.2quartos.com/mofo-umidade-armarios-embutidos-como-tirar/

https://rainydays.com.br/dica-para-tirar-bolor-e-mofo-da-roupa/

http://blogs.gazetaonline.com.br/dicasdalucy/2011/06/02/acabe-com-o-mofo-nos-armarios/

http://www.casamaisfacil.com.br/como-evitar-mofo-na-madeira/

Limpeza Mental – Agora convido para uma reflexão sobre o tema, mas num ponto de vista diferente, buscando olhar para dentro de nossa alma, do nosso “eu”:

Todos temos um pouco de mofo e bolor dentro de nós mesmos. Tal lado negro e sombrio muitas vezes é abafado para ninguém ver. Mas acredite, o mau cheiro está presente. E pior, ele atrais sombras que – em todos os casos – atrapalham nossas vidas. Essa sujeira criada em nossa alma é proveniente da preguiça, do ócio, do comodismo, da alienação, da falta de atitude, do egoísmo, da promiscuidade, dos excessos, e de muitas outras más tendências que nos impedem de praticar ações para com a sociedade. Assim criamos mofo e bolor dentro de nossa alma.

Como resolver esse mofo interno ? Como acabar com o bolor que nos impede de progredir? Simples:

1 – Localize o mal. O autoconhecimento é uma arma poderosa para detectar o lado sombrio de nós mesmos.

2 – Crie novos bons hábitos para substituir os maus hábitos.

3 – Geralmente inicialmente nos simpatizamos com tais atitudes propícias ao mofo e bolor mental ! Não é fácil substituir sem querer renovar e limpar. Motive-se, pesquise, estude ! Saia do sofá !

4 – Aja sempre pensando nos efeitos dos atos. Tudo é possível, mas nem tudo nos convém.

5 – Tenha contato com a natureza para arejar a mente diariamente !

6 – Participe de atividades em prol social, beneficente. Fora e também dentro de sua família !

7 – Dedique-se a uma atividade principal, mas sempre tenha um sonho vivo e guarde um tempo rotineiramente para alimentá-lo. A fé é a certeza que toda causa tem um efeito, e agir agora é plantar sementes para o futuro. Tenha fé ao agir. Faça o bem.

8 – Volte ao passo (1) e realimente todo o processo, que é contínuo ! Sabendo que não fazer nada, já é criadouro de bolor e mofo mental. Desligue a tv.

Exercícios e atitudes como essas acima limpam nossa mente e evitam pensamentos ruins e atitudes que possam nos prejudicar de alguma forma. Tem alguma sugestão de como limpar nossa alma de “pensamentos poluídos” ? Deixe sua mensagem. Sucesso !

 

 





Jesus já voltou !

10 05 2017

Quando Jesus nasceu, cresceu e começou a pregar, uma grande parte das pessoas não acreditaram nele. Preferiram não abandonar a Lei de Moisés e seus mandamentos baseados no temor ao Deus. O formato de Jesus, como um andarilho humilde e pobre pregando o amor – não se adequava à um Rei.

Ainda hoje, muitos preferem estudar a fundo o velho testamento, do que as palavras de Jesus na própria Bíblia. Eu cá comigo …”por que estudar as velhas escrituras ao invés de trilhar os passos de Jesus nas fantásticas escrituras de seus apóstolos diretos..”. Mas tudo bem. Culturalmente pode ser interessante.

Me deparo assim, a pessoas super inteligentes que realmente buscam uma religiosidade. Estudam sistematicamente a bíblia inteira. E fico assim, sinceramente, com pena. Um dia também tinha essa sede de conhecimento, mas uma sede que não se contentava nunca, pois sabia que as respostas que eu queria não estavam ali. Tinha muito, mas, muito mais questões que me afetavam… e quebrando preconceitos consegui transbordar a própria Bíblia…

E posso dizer – felizmente eu encontrei as respostas.

Mas como dizer para aquelas pessoas, amigos e colegas, que ainda estudavam na Bíblia, o Velho Testamento, e ainda reclamavam das poucas e fracas explicações de seus cultos… Tento tocar no assunto, buscando apenas levar a devida importância nos atos dos apóstolos em detrimento ao Velho Testamente, mas já recebia críticas.

Se por tão pouco, já tinha barreiras, como então revelar todas as respostas que a Doutrina Espírita me mostrou. Tamanha luz de razão que poderia ser comparada à aparição de Jesus a Saulo de Tarço, fazendo-o inicialmente cegar, mas que posteriormente desvendou-o para a verdadeira realidade dos fatos.

Assim, nesse mais novo formato, Jesus apareceu – em espírito, pelo envio da Doutrina Espírita, revelando diretamente todas as questões que Ele não podia explicar há dois mil anos atrás. E mais uma vez grande parte da população do mundo não acreditou e ainda não acredita nele. Muitos ainda dizem que Jesus irá voltar…

Amigos, sinto muito, mas Ele já voltou.

Referências