Como se purificar ?

5 07 2015

No estudo desde domingo tive a felicidade de tratar do texto “afinidade” escrito pelo espírito Emmanuel psicografado por Chico Xavier. Neste singelo texto, que está abaixo, temos um verdadeiro roteiro de vida, onde o Espírito nos ensina como é o mecanismo do pensamento, da afinidade espiritual que provocamos, mostrando as consequências de nossos pensamentos impróprios e ainda apresenta a solução armadilhas que podemos inadvertidamente criar para nós mesmos.

Ressalvo o termo “ordem inferior” como toda atitude mental e habitual que ainda temos relativo a sexualidade, ao egoísmo e ao orgulho. Tais paixões inferiores “ímantam-nos à Terra, como o visco prende o pássaro a distância das alturas…”

Boa leitura:

AFINIDADE

O homem permanece envolto em largo oceano de pensamento, nutrindo-se de substância mental, em grande proporção.
Toda criatura absorve, sem perceber, a influência alheia nos recursos imponderáveis que lhe equilibram a existência.
Em forma de impulsos e estímulos, a alma recolhe, nos pensamentos que atrai, as forças de sustentação que lhe garantem as tarefas no lugar em que se coloca.
O homem poderá estender muito longe o raio de suas próprias realizações, na ordem material do mundo, mas, sem a energia mental na base de suas manifestações, efetivamente nada conseguirá.
Sem os raios vivos e diferenciados dessa força, os valores evolutivos dormiriam latentes, em todas as direções.
A mente, em qualquer plano, emite e recebe, dá e recolhe, renovando-se constantemente para o alto destino que lhe compete atingir.
Estamos assimilando correntes mentais, de maneira permanente.
De modo imperceptível, “ingerimos pensamentos”, a cada instante, projetando, em torno de nossa individualidade, as forças que acalentamos em nós mesmos.
Por isso, quem não se habilite a conhecimentos mais altos, quem não exercite a vontade para sobrepor-se às circunstâncias de ordem inferior, padecerá, invariavelmente, a imposição do meio em que se localiza.
Somos afetados pelas…
– vibrações de paisagens,
– pessoas
– e coisas que nos cercam.
Se nos confiamos às impressões alheias de enfermidade e amargura, apressadamente se nos altera o “tonus mental”, inclinando-nos à franca receptividade de moléstias indefiníveis.
Se nos devotamos ao convívio com pessoas operosas e dinâmicas, encontramos valioso sustentáculo aos nossos propósitos de trabalho e realização.
Princípios idênticos regem as nossas relações uns com os outros, encarnados e desencarnados.
Conversações alimentam conversações.
Pensamentos ampliam pensamentos.
Demoramo-nos com quem se afina conosco.
Falamos sempre ou sempre agimos pelo grupo de espíritos a que nos ligamos.
Nossa inspiração está filiada ao conjunto dos que sentem como nós, tanto quanto a fonte está comandada pela nascente.
Somos obsidiados por amigos desencarnados ou não e auxiliados por benfeitores, em qualquer plano da vida, de conformidade com a nossa condição mental.
Dai, o imperativo de nossa constante renovação para o bem infinito.
– Trabalhar incessantemente é dever.
– Servir é elevar-se.
– Aprender é conquistar novos horizontes.
– Amar é engrandecer-se.
Trabalhando e servindo, aprendendo e amando, a nossa vida íntima se ilumina e se aperfeiçoa, entrando gradativamente em contacto com os grandes gênios da imortalidade gloriosa.

ROTEIRO –  10a ed. – Francisco Cândido Xavier – ditado pelo espírito Emmanuel

Abaixo uma palestra sobre Afinidade. Bons estudos.

Anúncios




BBB 2012 – BIG BROTHER… affinité spirituelle

15 03 2012

Pode-se verificar em todos os “Big Brothers” a formação de grupos. Surge um grupo de um lado e depois outro, quando não formam mais outros. Alguns chamam de panelinha e naturalizam a questão sem se aprofundar nesse tema tão importante.

É o que se chama de afinidade.

Mas o que é afinidade ? Vamos verificar algumas definições do Dicionário Informal, onde os significados são coletados pela própria sociedade:

“É uma sintonia de conjunções da mente, do instinto e do sentimento que estabelece vínculos entre seres, e elementos da natureza.

Sua origem latina Affins, parente, vizinho, análogo, semelhante, vinculado.

No mundo atômico ligação entre forças. Uma lei que existe em todo o Universo denominada Lei de Afinidade

Vínculos entre seres humanos que compartilham de aspirações, pensamentos e sentimentos.”

O que muitos não sabem é que a questão de simpatia, ou afinidade é algo muito além do que se imagina. Quem nunca sentiu a questão da afinidade com um próximo, mal conhece e parece que são verdadeiros irmãos? Ou mesmo ao estar perto de outra pessoa, só de olhar, sente uma rejeição de imediato…

Pois bem, a afinidade é uma lei da natureza que rege a todos nós. Inclusive no mundo espiritual, como podemos verificar no Livro dos Espíritos, de Allan Kardec nas questões abaixo em entrevista mediúnica com o Espírito da Verdade na codificação Espírita…

Pergunta 484 – (Kardec) Os Espíritos se afeiçoam de preferência a certas pessoas?
(Espírito da Verdade) – Os bons Espíritos simpatizam com os homens de bem ou suscetíveis de progredir; os Espíritos inferiores, com os homens viciosos ou que podem viciar-se; daí o seu apego, resultante da semelhança de sensações.

Dessa forma, de acordo com nossos pensamentos, vontades e interesses gerais diários também estamos criando afinidades com o mundo dos espíritos. E através dessas companhias afins do plano espiritual somos influenciados e temos sugestões mentais através de pensamentos em nosso dia-a-dia, conforme pergunta abaixo…

460 – (Kardec) _Temos pensamentos próprios e outros que são sugeridos?
(Espírito Verdade) _ Vossa alma é um Espírito que pensa; não ignorais que muitos pensamentos vos ocorrem às vezes ao mesmo tempo sobre um mesmo assunto e frequentemente bastante contrários uns aos outros; pois bem, nesses pensamentos há sempre os vossos e os nossos (dos espíritos). Isso vos coloca na incerteza, porque, então, tendes duas ideias que se combatem.

461 – (Kardec) _Como distinguir os pensamentos próprios daqueles que são sugeridos?
– (Espírito Verdade) _ Quando um pensamento é sugerido, é como uma voz falando. Os pensamentos próprios são em geral os do primeiro momento. Além de tudo, não há para vós um grande interesse nessa distinção e muitas vezes é útil não sabê-lo: o homem age mais livremente. Se decidir pelo bem, o faz voluntariamente; se tomar o mau caminho, há nisso apenas maior responsabilidade.

Dessa forma, nós que somos espíritos presos ainda a um corpo físico, criamos diariamente companhias espirituais que nos influenciam através dos nossos próprios pensamentos, pois muitos deles não são nossos. Contudo as ações que produzimos somos responsáveis por elas e por suas consequências¹.

Não é por acaso que Jesus recomenda o famoso – “Orai e Vigiai” ! Nunca esse ensinamento foi tão atual e precioso como no momento em que vivemos, bombardeados de imagens e facilidades de todos os tipos.

Estar no BBB afinado a um grupo de pessoas determinadas, percebemos agora que é um assunto muito mais complexo do que parece. A química entre as pessoas na realidade é muito mais física quântica e estudo Doutrina Espírita, envolvendo vibrações, ondas, sintonias espirituais, vivências anteriores, assunto esses que merecem ser pesquisados.

Sendo assim, quais são nossos interesses e consequentemente nossas companhias espirituais ? Como estamos gastando nosso tempo de vida, com quê e para quê ?

O futuro de cada um de nós depende dessas reflexões e principalmente das ações posteriormente colocadas em prática.

———————————————

¹. Sobre a Lei da Ação e Reação.

——————————————–

Abaixo alguns links para aprofundar no assunto…

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/ciencia/fluxo-do-pensamento.html

http://www.espirito.org.br/portal/palestras/irc-espiritismo/palestras-virtuais/pv190500.html

Vídeo de Divaldo, um dos mais importantes médiuns da atualidade, sobre influência dos Espíritos em nossas vidas…