Eu Nasci para Isto! Dicas de Joana d´Arc para o Sucesso!

4 01 2012

Quando Joana d´Arc foi questiona por sua mãe sobre sua dura missão que desempenharia ao procurar entrar comandando um exercito na guerra, sem pestanejar Joana respondeu…

_ Eu Nasci Para Isto !

Diante dessa afirmativa podemos nos questionar sobre a missão individual que todos temos. Longe dos prazeres, das intermináveis horas diante da tv confortavelmente instalados, reflitamos – qual é nossa missão… A vida é preciosa demais para ser desperdiçada.

Quantas vocações são desperdiçadas em nome da ganância, quantos sorrisos não acontecem pela simples falta de atitude, quantas pessoas não chegam a velhice se enchendo de remorso de nem terem ao menos tentado…

Mesmo assim o tempo ainda não acabou. Nunca é tarde para se recomeçar e fazer um novo fim para nossas vidas. Contudo começar agora é necessário. Não há edifícios sem o primeiro tijolo. Basta ter disciplina é fé.

_ Precisa ter fé em Deus, se tiver fé em Deus, terá fé em si mesmo.

Mesmo assim temos que nos preparar para a vitória destruindo em nós os vícios, o comodismo, as atividades fúteis, nos reformando para o sucesso. A reforma íntima é campo de aperfeiçoamento na estrada do autoconhecimento.

_ Não poderemos conseguir a vitoria sem merecê-la!

Persistir na ação sem desânimo. O entusiasmo é o segredo dos vitoriosos. Joana d´Arc não teria conseguido vitória em Orleans sem o entusiasmo e persistência comandando e motivando seus homens cansados.

_Homens sem ação são homens sem palavras.

Fica assim o convite de reflexão sobre qual caminho estamos trilhando para nossas vidas em nosso campo profissional e pessoal. Que Joana d´Arc continue nos iluminando em sua vida de coragem e superação em nome de Jesus.

Anúncios




Joana d´Arc no contexto histórico da França

10 10 2008

FRANÇA – 1328 – 2008

Segue abaixo a evolução histórica da França tendo Joana d´Arc como ponto de referência,  pois assim facilmente se verifica sua real importância para o futuro da “liberdade, igualdade e fraternidade” conquistados pela França. Graças a Joana d´Arc existe hoje um país chamado França.

Dinastia de Valois: 13281589

1337

O início da guerra aconteceu em 1337. Os interesses mais que evidentes de unificar as coroas concretizaram-se na morte do rei francês Carlos IV em 1328. Filipe VI, sucessor graças à lei sálica (Carlos IV não tinha descendentes masculinos), proclamou-se rei da França em 27 de maio de 1328.

1415

A França achava-se em guerra com a Inglaterra (a Guerra dos Cem Anos), disputando esta o trono àquela. Após a derrota francesa na Batalha de Azincourt, em 1415, o pai deserdou-o pelo Tratado de Troyes (1420), o qual previa que, pela sua morte, seu único herdeiro natural seria o rei de Inglaterra. Quando Carlos VI morreu, tanto Henrique VI de Inglaterra como o jovem Delfim Carlos foram proclamados reis de França; os seus apoiantes invocavam a instabilidade mental do seu pai como causa para a assinatura do tratado, declarando-o nulo e considerando o delfim o único legítimo soberano da França. Porém, cerca de dois terços do reino obedeciam ao rei inglês, entre os quais Reims, em cuja catedral os reis de França eram tradicionalmente coroados.

1422

Carlos VII

Morto o pai, Carlos VII, sem coroação, foi reconhecido pela facção dos Armagnacs, apenas. Seguiram-se anos de anarquia, em que se apoiava em sua sogra, a qual ajudou Joana d’Arc a se impôr. Transformou Bourges em sua capital, apoiando-se inicialmente em Jacques Coeur (13951456 Chio), o primeiro buguês a obter a honra de entrar (em 1442) para o Conselho real.

1429

Munida de seu estandarte com os dizeres “Jesus e Maria”, Joana d´Arc chega a Orléans em 29 de abril de 1429. Comandando um exército de 4000 homens ela consegue a vitória sobre os invasores no dia 9 de maio de 1429. O episódio é conhecido como a Libertação de Orléans (e na França como a Siège d’Orléans).

Cerca de um mês após sua vitória sobre os ingleses em Orléans, ela conduziu o rei Carlos VII à cidade de Reims, onde Carlos VII é coroado em 17 de julho. A vitória de Joana d’Arc e a coroação do rei acabaram por reacender as esperanças dos franceses de se libertarem do domínio inglês e representaram a virada da guerra.

1431

Joana foi queimada viva em 30 de maio de 1431, com apenas dezenove anos. A cerimônia de execução aconteceu na Praça do Velho Mercado (Place du Vieux Marché), às 9 horas, em Ruão. A mesma Igreja que a queimou – beatificou-a como santa em 1920. Contudo constitui-se a primeira prova documentada da existência de intercâmbio entre o mundo material com o mundo espiritual – servindo de prova para a futura Doutrina Espírita codificada através de psicografas por Espíritos – através de Allan Kardec em 1856 em Paris.

1431 a 1589

Sucessão de Reis do período graças a vitória de Carlos VII com ajuda de Joana d´Arc culminando com a expulsão total dos ingleses:

Luís XI

Carlos VIII

Luís XII

Francisco I

Henrique II

Francisco II

Carlos IX

Henrique III

1589

A Guerra dos 3 Henriques aconteceu na França , logo após a morte do rei Carlos IX. Foi disputada por Henrique de Guise , Henrique de Navarra e Henrique III ( irmão de Carlos IX ). Henrique III é o responsavél pela morte de Henrique de Guise , e devido a isso será assassinado posteriormente por um fanatico católico. Henrique de Navarra , marido de Margot ( também irmã de Carlos IX ) , assume o trono e passa a ser chamado de Henrique IV , dando inicio a Dinastia dos Bourbons.

1789

Revolução Francesa é o nome dado ao conjunto de acontecimentos que, entre 5 de Maio de 1789 e 9 de Novembro de 1799, alteraram o quadro político e social da França. A Revolução é considerada como o acontecimento que deu início à Idade Contemporânea. Aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os princípios universais de “Liberdade, Igualdade e Fraternidade” (Liberté, Egalité, Fraternité), frase de autoria de Jean-Jacques Rousseau.

1793

Luiz XVI é guilhotinado pelos Revolucionários. Encerrado no Templo e acusado de traição, foi julgado pela Convenção e condenado à morte, sendo guilhotinado em 21 de janeiro de 1793. A rainha consorte Maria Antonieta foi executada seis meses depois. A sua morte provocou a união dos soberanos europeus contra a França revolucionária.

Sugestão do Livro espírita: “Maria Antonieta – o retorno da rainha.” de Heloísa Pires.

“Este romance espírita é um dos mais belos da época em que vivemos, porque nos faz, não somente relembrar o que já estudamos a respeito, mas também, dar a versão de que sofreu…. Reis, rainhas, imperadores, príncipes e princesas. Cada um desejando mais poder para si e para seus familiares, reinando entre povos e pessoas que ainda não tinham a consciência de liberdade e fraternidade. Hoje, não governam Paris ou Versailles. As princesas do passado comportam-se hoje como rainhas. Rainhas de bondade, rainhas do amor. Hoje, governam a si mesmas, com respeito e dedicação. Que todos nós saibamos aprender as lições deste romance.”

1799

Napoleão chegou ao poder como 1°Cônsul (1799) vindo a ser coroado imperador da França, em 1804, sob o título de Napoleão I. A partir de 1807 conduziu o governo sem atender aos Corpos Legislativos e com características autoritárias, imperiais e expansionistas.

As guerras, a princípio localizadas como conflitos entre soberanos, tornaram-se guerras nacionais a partir da resistência popular de Espanha e Portugal (Guerra Peninsular) aos invasores napoleónicos. Com o apoio da Grã-Bretanha, as nações europeias, derrotadas em sucessivas coligações, acabaram por se impor a Napoleão na Batalha de Waterloo (1815).

Dinastia de Bourbon: 18141815

Casa de Bonaparte: 1815

Dinastia de Bourbon (restaurada): 18151830

1830

Luis Felipe I – O rei burguês

1848

Dá-se o nome de Revoluções de 1848 à série de revoluções na Europa central e oriental que eclodiram em função de regimes governamentais autocráticos, de crises econômicas, de falta de representação política das classes médias e do nacionalismo despertado nas minorias da Europa central e oriental, que abalaram as monarquias da Europa, onde tinham fracassado as tentativas de reformas políticas e econômicas.

Casa de Bonaparte (restaurada): 18521870

Napoleão III

 

Ao comando de Napoleão III, PARIS sofreu sua transformação urbana mais significativa. O imperador contratou o Barão Haussman para que executasse as transformações necessárias para converter Paris na cidade mais moderna do mundo em sua época. Começam a destruir grande parte da cidade antiga e medieval ao passo da construção de grandes bulevares e edifícos modernos, o mais destacado: a Ópera Garnier. Constroem canalizações de águas e outras importantes melhorias públicas. Este período chega ao fim devido queda do imperador em consequência de sua derrota sofrida por seu exército na guerra Franco-prussiana.

No século XIX, Paris sofreu com duas epidemias de cólera, em 1832 e 1849. Além de sofrer com a Guerra Franco-Prussiana entre 1870 e 1871. Em 1871, instalou-se na cidade a Comuna de Paris.

Em 1889, Paris sediou a Exposição Universal e por época desta foi construída a Torre Eiffel. No ano seguinte, foi inaugurada a primeira linha de metro da cidade.

 

 

1870 – 1940

 

 

A Terceira República Francesa (18701940) foi declarada durante a Guerra Franco-Prussiana. O novo governo, liderado por Thiers, começou em crise, adquirida por Napoleão III, retirando-se de Paris por ameaças do avanço alemão. Foi a primeira experiência popular-socialista da história, a partir da prefeitura de Paris.

Lema: Liberté, Égalité, Fraternité
(Francês: “Liberdade, Igualdade, Fraternidade”)

Louis Adolphe Thiers (n. 16 de Abril de 1797 – f. 3 de Setembro de 1877 ) estadista e historiador francês, foi primeiro ministro sob o reinado de Luís Felipe e presidente da república francesa durante a 3ª república.

1914

3 de agosto: Alemanha declara guerra à França e invade Bélgica

A Primeira Guerra Mundial (também conhecida como Grande Guerra antes de 1939, Guerra das Guerras ou ainda como a Última Guerra Feudal) foi um conflito mundial ocorrido entre Agosto de 1914 a 11 de Novembro de 1918.

1919

O Tratado de Versalhes (1919) foi um tratado de paz assinado pelas potências europeias que encerrou oficialmente a Primeira Guerra Mundial. Após seis meses de negociações, em Paris, o tratado foi assinado como uma continuação do armistício de Novembro de 1918, em Compiègne, que tinha posto um fim aos confrontos. O principal ponto do tratado determinava que a Alemanha aceitasse todas as responsabilidades por causar a guerra e que, sob os termos dos artigos 231-247, fizesse reparações a um certo número de nações da Tríplice Entente.

1939

A Primeira Guerra Mundial – “feita para pôr fim a todas as guerras” – transformou-se no ponto de partida de novos e irreconciliáveis conflitos, pois o Tratado de Versalhes (1919) disseminou um forte sentimento nacionalista, que culminou no totalitarismo nazifascista. O líder alemão de origem austríaca Adolf Hitler, Führer do Terceiro Reich, pretendia criar uma “nova ordem” na Europa, baseada nos princípios nazistas

Assim Segunda Guerra Mundial (19391945) opôs os Aliados às Potências do Eixo, tendo sido o conflito que causou mais vítimas em toda a história da Humanidade. As principais potências aliadas eram a China, a França, a Grã-Bretanha, a União Soviética e os Estados Unidos.

Com eclosão da 2ª Guerra Mundial (1939-1945), em 1940 a Alemanha declarou guerra à França e invadiu o país. Após apenas 43 dias de combates, os franceses se renderam e precisaram da ajuda dos aliados (em destaque, o Reino Unido e os EUA) para sua libertação (iniciada no Dia D, 6 de Junho de 1944).

Apesar disso, no final da guerra, a França obteve o estatuto de membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, conseguiu entrar no restrito clube de potências nucleares e foi, juntamente com a Alemanha, o principal incentivador da criação da Comunidade Europeia.

1951

Na Primavera de 1950, a Europa encontra-se à beira do abismo. A Guerra Fria faz pesar a ameaça de um conflito entre as partes Leste e Oeste do continente. Cinco anos após o termino da Segunda Guerra Mundial, os antigos adversários estão longe da reconciliação.

Como evitar repetir os erros do passado e criar condições para uma paz duradoura entre inimigos tão recentes? O problema fulcral reside na relação entre a França e a Alemanha. É preciso criar uma relação forte entre estes dois países e reunir em seu torno todos os países europeus de orientação liberal da Europa a fim de construir conjuntamente uma comunidade com um destino comum

Assim institui-se a primeira Comunidade Europeia, a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA), foi assinado em Abril de 1951, abrindo as portas à Europa das realizações concretas até os dias atuais em crescente ampliação e relativo entendimento.

Referência: Wikipédia <www.wikipedia.com.br>





Pensamentos de Paz e Harmonia para as vítimas e familiares do vôo JJ-3054 da TAM

18 07 2007

Pelo estudo sobre a vida de Joana d´Arc verifica-se a sua grande missão e também sua terrível morte, sendo queimada viva numa fogueira. Igualmente aprende-se que seu espírito se beneficiou muito pelos sofrimentos vividos sendo amparada diretamente por grandes espíritos de luz em sua passagem para o plano espiritual.

Assim sendo estaremos certos que todos as pessoas da lista abaixo que estavam no avião da TAM – vôo JJ-3054 – acidentado no dia 17 de julho deste ano de 2007 estão tendo e terão grande apoio de espíritos superiores para essa passagem tão abrupta e dolorosa para todos. Presta-se assim não apenas uma homenagem a essas pessoas, mas verdadeiramente pensamentos de harmonia e paz com a certeza absoluta de estarem sendo amparados pela espiritualidade.

ADELAIDE MOURA
AKIO IWASAKI
ALANIS ANDRADE
ALEJANDRO CAMOZZI
ALEXANDRE GOES
ALINE MANTEIRO CASTIGO
ALVARO ALEXANDRE BREGUEZ
ANA CAROLINA CUNHA
ANDERSON CASSEL
ANDRE DONA
ANDREA SEICZKOWSKI
ANDREI MELO
ANGELA HAENSEL
ANGELICA ROJEK
ANTONIO CARLOS ARAUJO DE SOUZA
ARNALDO BATISTA RAMOS
ARTHUR QUEIROZ
ATILIO SASSA BILIBIO
BRUNA DE VILLI CHACCUR
BRUNO FERRAZ
BRUNO NASCIMENTO
CAIO AUGUSTO BUENO DAL PRATA
CAIO FELIPE CUNHA
CARLA FIORATTI
CARLOS ALBERTO ANDRIOTTI
CARLOS ROCKEMBACK
CARLOS ZANOTTO
CARMEN LUISA VICTORIA FONSECA
CASSIA NEGRETTO (COMISSÁRIA)
CASSIO VIEIRA SERVULO DA CUNHA
CATILENE OLIVEIRA
CHRISTINE SOUZA
CIRO NUMADA
CLAUDEMIR ARRIERO
CLOVE MENDONÇA JUNIOR
DANIELA BAHDUR (COMISSÁRIA)
DECIO TEVOLA
DEMETRIO TRAVESSA
DENILSON LOPES COSTA
DEOLINDA MAGALY VICTOR FONSECA
DOUGLAS TEIXEIRA
EDMUNDO SMITH
EDUARDO MANCIA
ELCITA RAMOS
ELENILZE FERRAZ
ELIANE DORNELLES
ELIDA DEMBINSKI
EMERSON FREITAG
ENRICO SHIOHARA
ESIO FREITAS
EVELYN CAMPOS
FABIANA AMARAL
FABIANE RUZANTE
FABIANO ROSITO MATOS
FABIO BALSELLS
FABIO MARQUES
FABIO VELLOZA
FABIOLA KO FREITAG
FATIMA SANTIAGO
FELIPE FRATEZI
FERNANDO ANTONIO LARO OLIVEIRA
FERNANDO MARQUES
FERNANDO PESSOA
FERNANDO TERGOLINA
FERNANDO VOLPE ESTATO
GABRIEL CORREIA PEDROSA
GILMAR TENORIO ROCHA
GOTTFRIED TAGLOEHNER
GUILHERME MORAES
GUILHERME PEREIRA
GUSTAVO MARTINS
HELEN DE CASSIA ZERILLO
HELOIZA HELENA LOPES
HENRIQUE STEPHANINI DI SACCO (COMANDANTE)
HEURICO TOMITA
INES MARIA KLEINOWSKI
IVALINO BONATO
IVANALDO CUNHA
JAMILLE LEAO
JANUS SILVA
JAQUELINE DIAS
JOAO BRITO
JOAO CALTABIANO
JOAO VALMIR
JOSE A FLORES AMARAL
JOSE CARLOS DE OLIVEIRA
JOSE CARLOS PIERUCETTI
JOSÉ LIMA LUZ
JOSÉ PINTO
JULIA CAMARGO
JULIA ELIZABETE GOMES
JULIO CESAR REDECKER
KATIA ESCOBAR
KATIANE LIMA
KLEYBER LIMA (COMANDANTE)
LARISSA FERRAZ
LEILA MARIA OLIVEIRA DOS SANTOS
LEVI LEÃO
LINA BARBOSA CASSOL
LISIANE SCHUBERT
LUCAS PALOMINO MATTEDI
LUCIANA SIQUEIRA LANA ANGELIS
LUIS SCHNEIDER
LUIZ BARUFFALDI
LUIZ LUZ
LUIZ ZACCHINI
MADALENA SILVA
MARCEL CASSAL VICENTIM
MARCELO MARTHE
MARCELO PALMIERI
MARCELO PEDREIRA
MARCELO STELZER
MARCIO ALEXANDRE DE MORAES
MARCIO ANDRADE
MARCO ANTONIO DA SILVA
MARCO ANTONIO SILVA
MARIA ELIZABETE CABALLERO
MARIA ISABEL GOMES
MARIANA PEREIRA
MARIANA SELL
MARIO GOMES
MARLI PEDRO SANTOS
MARTA ALMEIDA
MELISSA ANDRADE
MERY VIEIRA
MICHELLE LEITE (COMISSÁRIA)
MICHELLE SILVEIRA UNTERBERGER
MIRELLE M. F. BETTIOL
MIRTES SUDA
NADIA MOYSES
NADJA SOCZECK
NELLY PRIEBE
NELSON WIEBBELLING
PAULA MASSERAN DE ARRUDA XAVIER
PAULO CASSIANO FELIZA OLIVEIRA
PAULO PAVI
PAULO ROGERIO AMORETTY SOUZA
PAULO SILVEIRA
PEDRO ABREU
PEDRO AUGUSTO CALTABIANO
PETER FINZSCH
PRISCILA BERTOLDI SILVA
RAFAELA BUENO DAL PRATA
RAQUEL WARMILING
REBECA HADDAD
REMY MOLLER
RENAN KLUG RIBEIRO
RENATA GONÇALVES (COMISSÁRIA)
RENATO RIBEIRO
RENATO SOARES
RICARDO ALMEIDA
RICARDO KIEY SANTOS
RICHARD SALLES CANFIELD
ROBERTO GAVIOLI
ROBERTO WILSON WEISS JUNIOR
RODRIGO BENACHIO
RODRIGO PRADO
RODRIGO SOUZA MOREALE
ROGERIO LAURENTIS
ROGERIO SATO
ROSANGELA MARIA DE AVIL SEVERO
ROSPIERRE VILHENA
RUBEM WIETHAEUPER
SANDRO SCHUBERT
SERGIO FREITAS
SILVAN STUMPF
SILVANIA REGINA DE AVILA ALVES
SILVANO ALMEIDA
SILVIA GRUNEWALD
SIMONE WETRUPP
SONIA MACHADO
SORAYA CHARARA
SUELI FLECK
SUELY FONSECA
THAIS SCOTT
VALDEMARINA SOUZA
VALDIR CORDEIRO DE MORAES
VANDA UEDA
VILMA KLUG
VINICIUS COSTA COELHO
VITACIR PALUDO
ZENILDA SANTOS

Lembramos que o corpo orgânico se vai, mas o espírito é imortal. Quantas comunicações Chico Xavier nos deu e provou inclusive com psicografias que serviram de provas no Tribunal de Justiça. (Caso relatado na Linha Direta na TV Globo).

Para nos consolar com o entendimento dos acontecidos, principalmente pela velocidade em que a vida material se acaba, todos os dias recebemos convites ao estudo da Doutrina Espírita – a terceira revelação, em forma de pessoas, acontecimentos ou mesmo em uma visita a um blog…

Estudemos para assim construir nossa fé raciocinada pelas leis do universo com bases filosóficas e científicas.

Paz e Harmonia a todos.

Referências

Vídeos

As cartas de Chico Xavier (parte3)





De bruxa a Santa Joana d´Arc e o Papa Bento XVI

9 05 2007

G1 Há exatos 87 anos Joana D’Arc é canonizada. Francesa lutou entre homens e foi queimada viva na fogueira. Relembre a história da heroína que virou santa há 87 anos (links abaixo).G1

Vale a pena conferir o vídeo disponível no G1 sobre Joana D´Arc:

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL33501-5602,00.html

ou link para colar direto no mediaplayer:

http://playervideo.globo.com/webmedia/GMCMidiaASX?midiaId=673681|banda=N|ext.asx

Aproveitando convido a todos os leitores ao estudo que estou desenvolvendo neste blog sobre a História de Joana d´Arc ditada por ela mesma. Com uma passagem curta, pois nasceu em 06 de Janeiro de 1412 e foi queimada na fogueira com apenas 19 anos em 30 de Maio de 1431 – porém com feitos grandiosos.

Também gostaria de fazer um reflexão aproveitando a visita do Papa Bento XVI ao Brasil:

Papa - fonte G1 Papa Bento XVI e a Igreja Católica Romana.

Coincidências! Devemos ter atenção a elas. Portanto pessoalmente como ex-católico gostaria muito de ver a Igreja Católica renascendo, renovando e atualizando principalmente suas missas – o principal elo com as pessoas. Nessa visita do Papa Bento XVI exatamente no dia em que Joana d´Arc foi elevada ao título de Santa pela Igreja devemos refletir sobre isso.

Vejam que convite Jesus está fazendo a Igreja Católica nesse momento ! Pois quem foi Joana d´Arc? Foi um grande médium com uma missão importantíssima. Possuía a capacidade de ver os espíritos muito elevados que a guiaram em sua missão – “anjos”. A Igreja portanto com a canonização de Joana d´Arc admite a existência de espíritos e de médiuns. Tudo bem que a nomenclatura é diferente. Mas o importante é aproveitar todos os ensinamentos Espíritas que existem na atualidade, nos livros publicados através de médiuns consagrados como o Chico Xavier, e aplicá-lo.

Desde como evangelizar, como criar uma casa Espírita, como doutrinar, as leis do universo, do perdão, as explicações profundas das palavras de Jesus, tudo isso e muito mais – aplicando nas possibilidades da Igreja. Católicos, não quero que mudem de religião, apenas que consultem os ensinamentos que Jesus enviou, através do Espírito da Verdade doutrinado no Livro dos Espíritos por Allan Kardec e outras grandiosas obras do nosso Chico Xavier.

Entendamos o que significa amar vossos inimigos, mostrar a outra face, por que não matar, e todos as interrogações dos nossos sofrimentos de nossas vidas. O Espiritismo é a Terceira Revelação codificada por Allan Kardec por métodos científicos para que possamos evoluir com nossa fé calcada na lógica e no raciocínio crítico.

Assim a missa poderá ter um local para evangelização das crianças separado dos adultos. O momento de sermão do Padre poderá se estender por toda a missa, as leituras repetidas podem ser simplesmente excluídas em nome das palavras de amor inspiradas por cada um e pelo Padre naquele momento, e o perdão será pelas nossas boas ações mudando o sentido para o bem da balança de nossas consciências e não apenas por um gesto e orações repetidas. Com nos diz Emmanuel em psicografia de Chico Xavier “…Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

Se o problema é acreditar em reencarnação, me respondam uma pergunta: Se Deus é tão justo e bom, por que nascem pessoas deficientes de pais muito saudáveis e sem problemas genéticos algum desde os primórdios? Por que nascem pessoas em famílias na miséria e outros em famílias riquíssimas? Por que uns nascem feios e até deformados enquanto outros lindos, de olhos azuis e corpos esculturais? A nova mensagem de Jesus pelo Espírito da Verdade responde isso – Pela nossas ações em vidas passadas. Pela Lei da ação e reação, quem nasceu feio – aproveitou a beleza no passado de forma errada, quem é deficiente mental – pode ter retirado vidas no passado, quem é miserável – são aqueles corruptos políticos que tanto nos aflige, e por ai vai. Toda ação possui uma reação, nem que seja no futuro, em uma próxima vida – a nossa chance de quitarmos nossas dívidas. Por isso muitos espíritas nos dizem que a Terra é um grande hospital e escola de almas em evolução. Portanto quem nessa vida possui alguma deficiência – fique feliz por estar pagando pelo que fez no passado e tenha fé, pois na próxima vida terá outra chance com saúde!

Logo, torço muito para uma Igreja Católica possa crescer para melhor, transmitindo e evangelizando com muita sabedoria as palavras de Jesus.

Link sobre AÇÃO E REAÇÃO:

http://www.espirito.org.br/PORTAL/ARTIGOS/ORSON/acao-e-reacao.html

Na coluna direita dos links convido a todos a fazerem downloads de livros espíritas, mensagens, audios e etc.

Sucesso a todos.

“Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.”

Jesus Cristo – por João 15,26





Coincidência? Em 21 de abril de 1792 no Brasil…

20 04 2007

Desde que me iniciei como espírita há dois anos atrás, não acredito mais em coincidências. Inclusive os links que adiciono neste blog, os bloglists, tudo não é por acaso. Mas voltando a questão – se chama Tiradentes.

Minha admiração pessoal pelo Espírito de Joana d´Arc veio me levou a publicar esse blog, e graças e isso acabo de descobrir outro espírito de grande força e coragem no Brasil – Alferes Joaquim da Silva Xavier – o Tiradentes. Com importante missão de libertação colonial, foi principal responsável pela Inconfidência Mineira. De forma heróica no fracasso da revolução, assumiu toda culpa sendo enforcado. O exemplo do Tiradentes tem que ser o mais lembrado, estudado e revivido em escolas, comunidades e casas brasileiras. Por que disso tudo? Porque ainda não foi alcançado o resultado dessa revolução até hoje! Sua bandeira com os dizeres Libertas quae sera tamen, que quer dizer “Liberdade ainda que tardia” tem que nos motivar. Assim como Joana d´Arc motivou os franceses, Tiradentes deve nos motivar a termos coragem de assumir nossos atos. Até hoje a verdadeira revolução não aconteceu, está alienada nas carteiras danificadas das escolas públicas, na mente desinteressada de muitos professores sem vocação, na preguiça e no ato de sempre querer tirar vantagens! Temos que começar a revolução já, dentro de cada um de nós, trabalho de formiguinha mesmo. Combatamos a corrupção, a violência, a pobreza, a falta de caridade, tudo no dia-a-dia nosso. Seja furando uma fila, aceitando propina, aplaudindo o filhinho que ao receber um tapa dá um soco, traindo nossa parceira(o)… temos que fazer nossa revolução ! Ética, honestidade e caráter. Como embasamento teórico temos no Espiritismo – que nos revela as leis do universo. Que essa Terceira Revelação possa ser usada para revolucionarmos o Brasil. Libertas quae sera tamen !!!

Bibliografia de Tiradentes:

http://www.expoente.com.br/professores/kalinke/trabalhos/HomePagePersonalidades/Tiradentes.html

Indicação de Leitura Últimas horas de Tiradentes:

http://www.paginaespirita.com.br/tiradentes.htm

Espiritismo:

http://espirito.org.br/portal/codificacao/le/index.html

Neste Blog – Joana d´Arc: Introdução >> Prefácio // (english version)